Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Vantagens do consórcio: o que você pode ter de benefícios? Entenda mais a respeito

Essa modalidade pode ser vantajosa para aqueles que não desejam adquirir um bem de imediato

Mesmo com uma crise econômica que assolou o país advinda da pandemia do novo Coronavírus, as vendas de consórcios aumentaram significativamente aqui no Brasil em 2021. Mas, o que isso reflete? Os brasileiros finalmente, com mais tempo para pesquisar bons negócios, descobriram as vantagens do consórcio? Saiba mais na matéria desta segunda (30) do Notícias Concursos.

O que seria realmente um consórcio?

Em suma, um consórcio é um tipo de financiamento, mas em conjunto. Ademais, na prática, é um grupo composto por pessoas com mesmo interesse na obtenção de um bem, por exemplo, uma casa. Nesse sentido, vê-se as vantagens do consórcio, onde os envolvidos contribuem para fundos objetivando cobrir despesas eventuais durante a tal aquisição da casa.

Mensalmente, o contribuinte do fundo se reúne em assembleia com os outros, onde se divulga os resultados. Então, faz-se um sorteio para apresentar o (s) consumidor(es) que poderá (ão) usar o crédito que foi investido. Dessa forma, o grupo tem igualdade para concorrer ao direito de usar o valor do fundo disponível.

Além do mais, se o consumidor não quiser aguardar até o fim do sorteio para se contemplar, é possível também dar lances. Assim, o processo funciona tal como leilão, onde aquele que dá o lance maior, tem o direito à carta de crédito.

Assim, leia mais: Consórcio Magalu busca parceiros de vendas para sua área comercial

As vantagens do consórcio

Em suma, um consórcio é um tipo de financiamento, mas em conjunto
Em suma, um consórcio é um tipo de financiamento, mas em conjunto – Foto: Canva Pro

Entre as inúmeras vantagens do consórcio, listam-se as principais:

  • Não se paga entrada – Em se tratando de autofinanciamento, a vantagem é não pagar entrada. Assim, o cliente paga apenas o valor das parcelas pré-estabelecidas, não se preocupado com nenhum valor adicional;
  • Lance embutido – Aqui o cliente usa a carta de crédito de forma a deixar o lance mais competitivo. Dessa forma, mesmo sem o dinheiro nas mãos ele consegue dar lances, recebendo o desconto somente no total de sua carta de crédito;
  • Não tem cobrança dos juros- Como é um “financiamento conjunto”, não se aplica juros em relação à aquisição do bem. Tal ação acontece porque tudo é feito com o recurso investido pelos participantes do grupo, os consorciados;
  • Crédito flexível – O consorciado pode usar a carta de crédito para comprar o que quiser e quando quiser, desde que seja um bem da mesma categoria classificada do grupo.

Vale a pena mesmo investir em consórcio?

Para saber se vale a pena ou não, leva-se em consideração vários pontos. A sugestão é que sempre se priorize alguns quesitos, tais como:

  • Urgência para adquirir o bem;
  • Sem juros é algo extremamente relevante;
  • Valor das prestações altas ou baixas é relevante;
  • Ter valor disponível para entrada do bem.

Respondendo essas perguntas é possível decidir se um consórcio é algo adequado ao que se procura para aquisição de bens. Nesses casos, deve-se lembrar que não tem certo ou errado, apenas objetivos diferentes.

Portanto, ressaltamos que vale a pena pensar bem e analisar as vantagens do consórcio e de outras modalidades de crédito e financiamento. Assim, é possível adquirir o investimento mais viável segundo seu perfil de consumidor.

Portanto, confira também: Consórcio Socioassistencial – SC anuncia novo Concurso público

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.