Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Vale-gás: famílias mais numerosas terão mais chances de receber

De acordo com o próprio Governo Federal, famílias mais numerosas terão mais chances de receber o vale-gás nacional. Entenda o motivo

Qual é o tamanho da sua família? A resposta para essa pergunta pode ser decisiva para o recebimento ou não do vale-gás nacional. Muita gente não entendeu ainda, mas o fato é que pessoas que moram com mais gente dentro de uma mesma casa terão mais chances de receber esse novo benefício.

Mas não é tão simples quanto parece ser à primeira vista. Não é exatamente porque você mora junto com uma família numerosa que você vai receber o vale-gás. Antes disso, é preciso respeitar as regras impostas pelo Governo Federal por meio de um decreto. Essas são as normas que definem quem vai receber o benefício.

O projeto do vale-gás nacional define que as pessoas que possuem o direito de pegar o dinheiro são aquelas que estão no Cadúnico e que possuem uma renda per capita de até meio salário mínimo. Além disso, eles falam em atender também os brasileiros que estão dentro do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Só que esse recorte daria algo em torno de 24 milhões de indivíduos. E de acordo com o Governo Federal, não há dinheiro para pagar a todas essas pessoas. Então eles decidiram traçar uma nova linha de definição. Além de obedecer a essas regras, o cidadão precisa estar dentro deste novo recorte. As três novas normas são.

  • Fazer parte do Auxílio Brasil
  • Quem tem a renda per capita mais baixa
  • Quem tem a família mais numerosa

Todos esses itens irão servir como critérios de desempate para decidir quem são as pessoas que terão direito de receber o benefício em questão. Pelo menos é isso o que se sabe até aqui. Com essas novas normas, o número de usuários previstos caiu de 24 milhões para pouco mais de 5 milhões.

Famílias mais numerosas

Mas como isso vai funcionar na prática? De acordo com o decreto, as famílias mais numerosas terão vantagem no último critério de desempate. Então, sempre que mais de um grupo esteja empatado até o último momento, vai ficar com o benefício aquela família que tem mais gente.

Nesse sentido, não vai valer de nada ter uma família numerosa se eles possuem uma renda per capita mais alta. Também não vai valer de nada se eles não possuírem um perfil ativo no Cadúnico. É preciso respeitar as regras anteriores.

Exemplos

Vamos para um exemplo. Imagine que duas famílias disputem uma vaga no vale-gás. As duas estão no Cadúnico, as duas estão no Auxílio Brasil e as duas possuem uma renda per capita de 0. Então o último critério é o número de usuários.

Nessa situação, fica a família que tem mais membros. Mas imagine agora que as duas famílias estão no Cadúnico, as duas estão no Auxílio Brasil, mas uma tem renda per capita de 0 e a outra de R$ 50. Quem é que fica?

Fica a família que tem a renda per capita de 0 mesmo que ela seja menos numerosa do que aquela que tem mais membros. Isso porque o critério de desempate com mais peso é a questão da renda. Esse é um ponto importante em toda essa história.

Vale-gás nacional

Vale lembrar que o Governo Federal já começou os pagamentos do vale-gás nacional. Desde segunda-feira (27), vítimas das fortes chuvas na Bahia e em Minas Gerais estão recebendo esse dinheiro. Os demais devem começar a pegar em janeiro.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

5 Comentários
  1. Diana Diz

    Quero a lista do vale gás de Ilhéus Bahia

  2. Carla Azevedo Diz

    Vai ser ajuda

  3. Carla Azevedo Diz

    Eu preciso muito tenho 5 filhos

  4. Silvana batista da Silva Santos Diz

    Não tenho serviço fixo

  5. Silvana batista da Silva Santos Diz

    Preciso

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.