Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Vale-Gás de R$53: CAIXA libera primeiro pagamento de junho hoje; veja quem recebe

Nesta sexta-feira (17), a Caixa Econômica Federal libera o primeiro lote de pagamentos de junho do Vale-Gás, também chamado de Auxílio Gás. O programa é pago para famílias de baixa renda.

De acordo ao calendário oficial de pagamentos, esta é a primeira liberação deste mês. O calendário do programa começa nesta sexta e vai até o dia 30, seguindo os pagamentos do Auxílio Brasil.

Nesta sexta, conforme o calendário de pagamentos, recebem os beneficiários que possuem NIS final 1.

No mês de abril, quando o último pagamento do benefício foi realizado, o valor do Vale-Gás foi de R$51. Agora, o valor do benefício é de R$53. O programa atende aproximadamente 6 milhões de famílias brasileiras.

O que é Vale-Gás e qual o calendário?

O Vale-Gás, também popularmente conhecido como Auxílio Gás, é um programa do Governo Federal criado em novembro de 2021 com o objetivo de reduzir os impactos econômicos causados pela alta dos preços do gás de cozinha. O benefício visa atender, sobretudo, a população de baixa renda.

Veja abaixo o calendário de junho:

  • 17 de junho: NIS final 1 – Pagamentos hoje
  • 20 de junho: NIS final 2
  • 21 de junho: NIS final 3
  • 22 de junho: NIS final 4
  • 23 de junho: NIS final 5
  • 24 de junho: NIS final 6
  • 27 de junho: NIS final 7
  • 28 de junho: NIS final 8
  • 29 de junho: NIS final 9
  • 30 de junho: NIS final 0

Quem pode receber?

De acordo com as regras do benefício, poderá receber o vale-gás as famílias inscritas no CadÚnico e também famílias que tenham pessoas que morem no mesmo domicílio e receba benefício de prestação continuada da assistência social, o BPC.

Em resumo, então, podem receber:

  • Famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo federal (CadÚnico), cuja renda familiar mensal per capita é menor ou igual a meio salário mínimo (R$ 606); ou
  • Famílias que tenham entre seus membros residentes no mesmo domicílio quem receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC) da assistência social.

A legislação ainda estabelece que o auxílio será concedido “preferencialmente às famílias com mulheres vítimas de violência doméstica que estejam sob o monitoramento de medidas protetivas de urgência”.

Como saber se tenho direito?

Os cidadãos podem consultar as informações pelos aplicativos do Auxílio Brasil e Caixa Tem. Para os beneficiários do novo Bolsa Família que ainda recebem o vale gás, podem verificar o benefício pelo aplicativo Auxílio Brasil.

Os demais, aqueles que não recebem o Auxílio Brasil, mas que se encaixam nas regras de concessão do Auxílio Gás, podem consultar o benefício pelo Caixa Tem, onde também é possível movimentar os valores.

Por fim, para selecionar as famílias que participarão do programa Auxílio Gás, o governo vai ordenar, de modo que priorize as famílias nas seguintes condições:

  • Com dados do Cadastro Único atualizado nos 24 meses anteriores;
  • Com menor renda per capita;
  • Com maior quantidade de membros na família;
  • Beneficiárias do Programa Auxílio Brasil; e
  • Com cadastro qualificado pelo gestor por meio do uso dos dados da averiguação, quando disponíveis.
Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

2 Comentários
  1. Alexsandra Sérgio Martins Diz

    Fazer o que né

  2. Marcos Alves de Oliveira Diz

    Fico aqui pensando esse governo achar que nois estamos em que anos 53 reais parece piadas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.