Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Uber bane 1.600 motoristas no Brasil por excesso no “cancelamento de viagens”

De acordo com o último comunicado informado pela empresa, cerca de 1 milhão de motoristas e entregadores parceiros estão cadastrados na Uber Brasil, porém no último levantamento 0,16% destes apresentaram uma alta taxa de cancelamento das viagens.

Por conta desse excesso no cancelamento de viagens, a Uber decidiu nesta semana cancelar o cadastro de 1.600 motoristas no aplicativo, justificando que o motivo foi justamente o cancelamento massivo de viagens.

Também segundo o comunicado da Uber, esse cancelamento excessivo de viagens, acaba atrapalhando o bom andamento da empresa e também gera desconfiança nos clientes que necessitam realizar viagens.

Usuários fizeram as reclamações a equipe da Uber

O banimento dos motoristas acontece após meses de reclamações dos usuários sobre o cancelamento e o tempo que se necessita para realizar as corridas. Algumas imagens estão circulando nas redes sociais, onde mostra um motorista da Uber que foi excluído da plataforma, que havia cancelado 3.484 viagens das 3.648 solicitadas somente nos últimos 30 dias.

Uma das maiores reclamações dos motoristas é referente à alta do combustível, que acaba dificultando o andamento das atividades e para muitos também impossibilita o aluguel dos carros.

De acordo com a Associação de Motoristas de Aplicativo de São Paulo, o número de profissionais que foram banidos da Uber é exorbitante. Alguns motoristas confessaram que estão escolhendo as corridas para obterem lucro, considerando que o preço do combustível subiu 51% somente neste ano.

Para os motoristas, aplicativo está dando cada vez menos retorno financeiro

Segundo o depoimento dos motoristas, não é possível se dar ao luxo de tudo o que aparece, além do fato de que cada vez menos os aplicativos de transporte dão retorno financeiro para os mesmos. Completam afirmando que em diversas situações você praticamente paga para levar o passageiro ao seu destino, se queixando das tarifas.

A Uber é clara em responder às queixas dos motoristas, ressaltando que os motoristas profissionais parceiros trabalham de forma independente, que assim como os usuários, têm direito de cancelar as viagens a hora que entenderem, porém que podem acabar sofrendo depois com as reclamações.

Abuso no cancelamento das viagens não tem nada a ver com a liberdade do motorista

Na Uber, o motorista tem a liberdade de decidir quais solicitações de viagem ele pode aceitar e também as que ele irá recusar. Além do nome do condutor, quando um passageiro solicita uma viagem ele fica sabendo mais informações sobre o veículo, como placa, modelo do carro e também as avaliações que aquele condutor recebeu.

A Uber ainda informa que a prática de cancelar seguidamente as viagens afeta a todos na plataforma, não apenas aos passageiros que estão necessitando. Porém na foto que é mostrada da Amasp, o valor do combustível atual acaba não sendo suficiente para realizar lucros com as corridas.

Ainda no início do mês de setembro, tanto a Uber como 99pop haviam revisado as suas tarifas de pagamento, após reclamações dos motoristas sobre uma defasagem e que dificultaria ainda mais os trabalhos aos condutores.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.