Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Tudo sobre a Segunda Revolução Industrial

Segunda Revolução Industrial: um resumo 

A Segunda Revolução Industrial foi um período de transformações que ocorreu na segunda metade do século XIX e que influenciou todo o mundo.

Dessa maneira, não é de se surpreender que o assunto apareça com uma grande frequência nas principais provas do país, com um destaque para os vestibulares e para a prova do ENEM.

Segunda Revolução Industrial: Introdução

A Segunda Revolução Industrial se iniciou no fim do século XIX e ocasionou transformações que perdurariam até o fim da Segunda Guerra Mundial. O evento marcou um novo período de industrialização e, mesmo se iniciando na Inglaterra, se espalhou por diversos outros países. O período marca uma continuidade da transformação que foi iniciada na Primeira Revolução Industrial.

Foi nesse período que a produção em massa nas indústrias se inicia, juntamente com a automatização do trabalho e o surgimento de novas indústrias, como aquela química e a elétrica. Nesse mesmo contexto, as ferrovias se expandiram, fazendo com que as produções fossem levadas a mais lugares em um menor tempo.

Segunda Revolução Industrial: Antecedentes Históricos

Diversos fatores influenciam o início da Segunda Revolução Industrial. Entre esses, podemos citar principalmente as Revoluções Burguesas, que estavam embasadas no pensamento liberal e nas ideias iluministas. Dessa forma, as relações capitalistas ganharam mais espaço, permitindo um avanço na produção de bens de serviço e de produtos diversos, uma vez que o consumo era o objetivo da sociedade capitalista e burguesa.

Com o fim do Antigo Regime e o crescimento do capitalismo, os avanços tecnológicos ganharam força e novas indústrias começaram a surgir. Além disso, foi durante a Segunda Revolução Industrial que o Imperialismo se impulsionou, uma vez que com o crescimento da produção de produtos, houve a necessidade de se expandir o marcado consumidor e as fontes de matéria-prima.

Segunda Revolução Industrial: Consequências

A Segunda Revolução Industrial deixou consequências em diversos setores, com um destaque especial para a economia e a sociedade. Igualmente, com a produção em massa veio a necessidade de uma nova organização das relações de trabalho, além da concentração de capital em grandes empresas e a desvalorização da mão de obra.

Por fim, foi a partir da Segunda Revolução Industrial que a eletricidade conquistou espaço no dia a dia da população e o petróleo passou a ser usado como fonte de energia. Nesse período, remédios, fertilizantes e o papel foram desenvolvidos e o aumento da produção de alimentos ganhou um grande espaço.

Houve também o processo de urbanização causado pelo êxodo rural, uma vez que os trabalhadores saiam do campo e buscavam os novos empregos que eram oferecidos pelas indústrias nas cidades.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.