Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

O que o trabalho repetitivo pode causar?

Você já parou para pensar no que o trabalho repetitivo pode causar no bem-estar e na saúde de um trabalhador? Se ainda não, talvez este seja um bom momento para refletir sobre o assunto.

Afinal, um trabalho repetitivo vai além de problemas físicos, como LER. Ele pode, ainda, associar-se às questões psicológicas e de saúde mental.

Para saber mais sobre isso, acompanhe este texto até o fim e vamos analisar as potenciais consequências do trabalho repetitivo.

O que o trabalho repetitivo pode causar?

Um trabalho repetitivo não precisa, necessariamente, estar associado à questão física. Ou seja, ele pode ser repetitivo no sentido intelectual, como acontece com o preenchimento de planilhas ou organização de pastas em um computador.

Por isso, as consequências abaixo poderão aparecer tanto em trabalhos físicos quanto intelectuais, com exceção do LER, que aparecerá apenas no que tange o campo físico, do corpo.

Veja, agora, algumas consequências que o trabalho repetitivo pode causar:

1- Falta de motivação

Fazer a mesma tarefa, todos os dias e de maneira repetitiva, pode fazer com que a falta de motivação apareça. Afinal, o sujeito pode se sentir estagnado, sem nenhum perspectiva de algo novo e interessante.

E isso pode causar um cansaço mental a ponto de ele não ter mais desejo de continuar executando o seu trabalho. Afinal, nada muda, nada acontece, nada o desafia.

2- Desvio do foco

Da mesma forma que a falta de motivação pode aparecer, o desvio de foco também pode ser presente no dia a dia repetitivo. Isso ocorre porque o indivíduo repete tanto as suas ações, que entra no chamado “piloto automático“.

E quando isso acontece, o seu foco não está mais no aqui e agora. Mas sim, ele passa a “flutuar” a sua atenção, ficando, digamos, “desconectado” da realidade. E sabemos que esse desvio de foco pode levar a erros e, no caso de trabalhos com o corpo, a acidentes.

3- Lesões por esforço repetitivo – LER

Como mencionamos no começo do artigo, a Lesão por Esforço Repetitivo (LER) pode causar problemas físicos no indivíduo. Ou seja, pode lesionar o trabalhador, por conta do movimento repetitivo de seu trabalho.

Isso pode acontecer nas articulações, na coluna, etc. Tudo dependerá da posição em que o indivíduo trabalha e as suas pausas diárias.

4- Cansaço excessivo

O cansaço excessivo também é uma das consequências do trabalho repetitivo. Afinal, por conta da “mesmice”, a saúde mental do trabalhador pode ser afetada. E, como consequência, ele pode sempre se sentir cansaço, seja fisicamente, seja mentalmente.

As pausas são fundamentais nesse tipo de trabalho

Para evitar as consequências do que o trabalho repetitivo pode causar, focar em pausas ao longo da rotina é fundamental. Isso fará com que o corpo e a mente descansem, ao menos alguns minutos. 

Os exercícios laborais também ajudam o corpo a relaxar e diminuem as chances de ocorrência de LER.

Cuide do seu corpo e da sua mente no dia a dia de trabalho e foque em manter o equilíbrio na sua rotina.

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.