Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Tópicos essenciais para estudar a Crise de 29 

A Crise de 29, popularmente conhecida como “A Grande Depressão”, foi uma crise do capitalismo financeiro que atingiu o mundo todo. 

A economia foi fortemente afetada no ano de 1929 nos Estados Unidos e rapidamente se espalhou pelo mundo capitalista. A crise durou cerca de uma década, com vários desdobramentos sociais e políticos. 

Desse modo, por ter sido uma evento marcante na história mundial, o assunto aparece em questões de vestibulares, assim como no Enem. Acompanhe o artigo e saiba mais sobre! 

Início da crise de 29

A Crise de 29 teve como dois grandes estopins a falta de regulamentação econômica e a oferta de créditos com baixo custo. 

Por conta disso, a produção industrial possuía um ritmo acelerado, contudo, não detinha uma procura considerável para satisfazer toda a oferta. 

Sendo assim, acontece o acúmulo de estoques de produtos, esperando que surgissem melhores preços. 

A Europa, conseguiu ter se recuperado da caos e destruição promovidos pela Primeira Guerra Mundial, e não dependia mais dos créditos e produtos oriundos dos EUA. 

Por isso, os investidores resolveram colocar o dinheiro na bolsa de valores ao invés de investir no setor produtivo, afinal os juros estavam baixos. 

O setor produtivo absorveu a redução do consumo e começou a produzir menos. Por causa disso, milhares de pessoas acabaram sendo demitidas. 

Bolsa de Nova York

Devido o aumento da especulação, as ações começaram a cair, gerando o chamado “crash” da Bolsa de Nova York em 24 de outubro de 1929. O evento ficou popularmente conhecido como a “Quinta feira Negra”. 

Desse modo, surgiram várias consequências por causa desse fenômeno, podemos destacar:

  • Desemprego generalizado
  • Redução salarial
  • Queda no consumo
  • Falta de renda
  • Diminuição dos preços
  • Bancos vieram a falência
  • Diminuição da oferta de crédito
  • Falência de empresas

O mundo capitalista foi duramente atingido, a crise chegou em países como Canadá, Alemanha, França, Itália, Reino Unido e sobretudo os Estados Unidos.

Crise de 1929 no Brasil

O Brasil foi outra nação fortemente afetada pela crise, afinal possuía praticamente apenas o café como única mercadoria para exportação. 

Em síntese, tratava-se de um produto que não faz parte da primeira necessidade para os importadores, as exportações acabaram caindo drasticamente.  

Em decorrência disso, a Crise de 29 colaborou diretamente para o enfraquecimento das Oligarquias rurais de São Paulo, fato preponderante para a chegada de Getúlio Vargas ao poder em 1930. 

E então, gostou de saber um pouco mais sobre a Crise de 29? Não deixe de ler também – Revolução Industrial: Entenda o conceito e cada fase do processo

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.