Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Tesouro Direto: Resgates superam emissões pelo quarto mês seguido

Nesta terça-feira (24), o Ministério da Economia revelou dados atualizados sobre as emissões de títulos públicos pelo Tesouro Direto. Em outubro, as emissões foram de R$ 1,536 bilhões, enquanto os resgates foram de R$ 2,008 bilhões.

Outubro foi o quarto mês seguido em que a soma do valor resgatado foi maior que o de emissões de títulos. A diferença entre os dois valores significa saída líquida de recursos do Tesouro Direto de R$ 472 milhões em outubro.

O Tesouro Direto foi criado em janeiro de 2002 e possibilita que pessoas físicas comprem títulos públicos online. Desde agosto de 2020, a taxa de manutenção no Tesouro Selic de até R$ 10 mil está zerada. Esse valor era de 0,25% por ano e foi diminuído pela Secretaria do Tesouro Nacional e pela bolsa de valores nacional.

O Tesouro Nacional divulgou que 274.090 investidores se cadastraram no programa mês passado. Com esses novos investidores, o número total de cadastrados até o fim de outubro era de 8.660.306. O número representa um aumento de 65,3% nos últimos doze meses. Em outubro, houve diminuição de 941 investidores ativos.

Também no mês passado, o saldo total de títulos foi de R$ 61,52 bilhões, que representa uma alta de 0,06% quando comparado a setembro, que o saldo total era de R$ 61,49 bilhões.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.