Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Técnicas de memória para estudar geografia

Geografia é uma matéria presente em todas as fases do ensino básico, assim como exigida em provas de vestibular e de muitos concursos públicos. Desse modo, estudá-la surge quase como uma obrigação.

O que fazer então para memorizar localizações, nomes, cientistas, termos, datas, entre tantas outras informações? Bom, as cinco técnicas a seguir podem te ajudar!

Organize as informações

Organização é a chave para lembrar informações, especialmente informações geográficas.

Organize as informações que deseja lembrar em categorias lógicas. Isso ajudará a aumentar sua memória e recordação.

Se, por exemplo, você está tentando memorizar as principais vias fluviais do mundo, pode considerar memorizar rios organizados por continente.

É fácil lembrar os continentes. Depois de memorizar os rios de cada continente, você conhecerá todos os principais rios do mundo.

Visualize informações

Para a maioria de nós, é muito mais fácil lembrar os detalhes de uma imagem (o que vemos) do que os detalhes de uma palestra (o que ouvimos).

A visualização é uma estratégia de memorização que pode ser usada ao estudar praticamente qualquer assunto, mas é particularmente eficaz ao estudar geografia.

A saber, a visualização pode ser aplicada de duas maneiras.

Primeiro, ele pode ser aplicado criando imagens em sua mente que se relacionam a um conceito abstrato.

Em segundo lugar, e mais importante, é aplicado associando informações geográficas com localização, tamanho e forma.

Por exemplo, aprender todos os 50 estados dos Estados Unidos da América é muito mais fácil ao memorizar sua localização em um mapa e associá-los à sua forma e tamanho do que tentar memorizar uma lista escrita.

Faça associações

Já introduzimos o conceito de associação quando discutimos os dispositivos mnemônicos. Associação é o processo de “conectar” uma palavra, lugar ou objeto novo e desconhecido a algo familiar.

Ao conectar o desconhecido com o familiar, o cérebro lembra e relembra com mais facilidade o desconhecido. Quando você tiver a tarefa de aprender um novo fato geográfico, anote-o junto com a conexão das informações.

Por exemplo, se o novo fato geográfico for a cidade alemã de Munique e você for um verdadeiro aficionado por carros, considere associar Munique à sede da BMW. Onde fica Munique? Munique fica na Alemanha. A sede da BMW.

Revise frequentemente

Se você quiser se sair bem nas aulas de geografia, é importante que reveja suas anotações com frequência. Um dos segredos para a retenção e recuperação da memória é revisar consistentemente suas anotações e outros materiais de estudo semanas antes da prova.

Geografia é uma daquelas aulas em que os alunos gostam de estudar. É possível memorizar todos os estados de um país durante a noite, mas as informações não ficarão com você por muito tempo depois do teste.

Para mover as informações de sua memória de curto prazo para a de longo prazo, é necessária uma revisão frequente.

E então, gostou de conhecer essas técnicas?

Não deixe de ler também – Geografia: Como ocorre a formação das montanhas?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.