Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Tarifa Social: Conta de Energia com até 65% de desconto

Atualmente, uma das maiores despesas  para as famílias brasileiras é a conta de energia. Com as crises econômicas, as bandeiras estão surgindo cada vez mais altas.

Seja como for, mesmo com toda economia de água nas residências, as tarifas são impossíveis de serem contornadas, tornando o custo alto de qualquer maneira.

Todavia, esse custo altíssimo pode ser diminuído através do programa Tarifa Social do governo, que ajuda os brasileiros de baixa renda a pagarem a conta de energia. Por meio do programa, cidadãos podem pagar suas contas com até 65% de desconto.

Auxílio emergencial: 5 parcelas de R$600 liberadas até o fim de maio

O desconto é liberado de  acordo com o consumo de cada residência, sendo o limite de 220 kWh. Já são mais de 12 milhões de famílias beneficiadas com o programa, que pode acabar sendo ampliado mais ainda pelo governo.

Quem tem direito a Tarifa Social de Energia?

Para ter direito ao benefício, as famílias precisam:

  • Estar inscritas ou ter seus dados atualizados no Cadastro Único (CadÚnico);
  • Ter uma renda de até meio salário mínimo por pessoa ao mês;
  • Ter entre os integrantes do mesmo domicilio pessoas que receber o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Vale ressaltar que as famílias indígenas e quilombolas que estiverem inscritas no CadÚnico também poderão contar com o benefício. Para este grupo, o desconto poderá chegar até 100%, se o consumo mensal não ultrapassar 50kWh.

Como se cadastrar?

O responsável familiar pode se dirigir a uma agência da distribuidora de energia de seu estado, tendo em mãos documentos como RG, CPF e código de unidade consumidora. Além disso, será necessário informar o Número de Identificação Social (NIS) ou CadÚnico para comprovar o direito ao programa.

Nos casos das famílias que possuem algum membro que precisa obrigatoriamente do uso de aparelhos eletrônicos para suporte ou tratamento para a saúde, deverá ser apresentado um relatório médico.

Vale lembrar que recentemente o Governo Federal anunciou que estará incluindo as famílias que se encaixam nos critérios do programa automaticamente por meio do CadÚnico. Logo, os cidadãos saberão de mais informações.

5/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.