Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

SP: Governo altera regras para a volta às aulas presenciais

Texto publicado nesta quarta-feira (7) pelo governo de São Paulo no Diário Oficial do Estado altera as regras para o retorno das aulas presenciais. Assim, o governo retira a obrigatoriedade de seguir as determinações das fases do Plano SP e altera a restrição quanto ao número de alunos que as escolas podem receber.

De acordo com decreto anterior, as escolas só poderiam receber, no máximo, 35% dos alunos por dia. Com a alteração de hoje, as instituições podem receber o número de alunos de acordo com a capacidade física de cada unidade escolar.

Escolas devem avaliar a sua capacidade

Portanto, as escolas devem avaliar a sua capacidade de receber alunos, professores e demais funcionários em segurança, respeitando o distanciamento mínimo de um metro entre os envolvidos nas aulas presenciais e outras regras do protocolo.

De acordo com o texto, as escolas devem estabelecer uma escala com horários para a entrada e a saída de alunos e para os intervalos das aulas. O decreto estabelece ainda que as escolas devem monitorar suspeitas e casos de covid-19. Para isso, será preciso seguir as orientações do Ministério da Saúde, da Anvisa e da Secretaria da Saúde de São Paulo.

Outras medidas já estabelecidas foram mantidas. Desse modo, o uso de máscara continua sendo de caráter obrigatório. Também seguem como obrigatórias a higienização das mãos com álcool em gel 70%, a medição de temperatura e a limpeza dos espaços.

As regras valem para as escolas da rede pública e também para a rede privada, desde a educação infantil até o ensino médio. Clique aqui e confira o texto na íntegra.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também UEMA libera as provas e gabaritos do PAES 2021; confira!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.