Sacro Império Romano-Germânico: 3 tópicos relevantes

Um resumo para as suas provas

Sacro Império Romano-Germânico: 3 tópicos que podem cair na sua prova

O Sacro Império Romano-Germânico, criado no ano de 800, foi um dos maiores impérios de todo o continente europeu durante a Idade Média.

O tema é abordado com frequência por questões de história geral dentro de diversas provas importantes, como a prova do ENEM e os vestibulares.

Dessa maneira, para que você consiga se preparar da melhor forma possível, o artigo de hoje trouxe um resumo com 3 tópicos relevantes sobre o Sacro Império Romano-Germânico que podem cair na sua prova. Vamos conferir!

Origem

A criação do Sacro Império Romano-Germânico aconteceu no ano de 800, quando Carlos Magno foi coroado imperador pelo papa Leão III. O evento aconteceu na cidade de Roma e representou a colaboração do imperador com a Igreja, que perduraria por dezenas de anos a partir daquele momento.

Além disso, a coroação também foi a responsável pela criação de um dos maiores impérios no continente europeu desde a queda do Império Romano do Ocidente, acontecimento do ano de 476.

Organização

O Sacro Império Romano-Germânico possuía uma organização muito peculiar. Ele era dividir em diversos territórios, cada qual governado por nobres apontados pelo imperador.

O próprio imperador, por sua vez, deveria ser eleito por um grupo seleto de nobres e bispos.

Fim do império

No século XVI, o continente europeu foi abalado pelas Reformas Religiosas, movimentos de contestação aos dogmas da Igreja Católica. As reformas aconteceram predominantemente dentro do território do império, contribuindo para o enfraquecimento do governo, já que os governantes de diversos territórios decidiram se opor ao imperador, que era católico.

Dessa maneira, já na segunda metade do século XVII, o Sacro Império Romano-Germânico era apenas uma união de territórios, mas sem a força militar, política e econômica que possuía anteriormente.

Por fim, no ano de 1806, o imperador Francisco II optou pela extinção do império.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.