Restituição do Imposto de Renda: consulta começa hoje

A consulta ao lote residual de restituição do imposto de renda começou nesta segunda-feira (24). É possível verificar se você vai receber a partir das 9h. Os valores serão liberados para pessoas que tivera pendências com a Receita e depois regularizaram a sua situação.

Leia também – BOMBA: vazamento de dados do Pix é confirmado

Ao todo 43.306 milhões devem receber alguma quantia, com soma total de R$ 281 milhões. Aproximadamente 43.306 dos contribuintes estão entre os prioritários como:

  • pessoas que tenham 60 anos ou mais, sendo que aquelas acima de 80 anos possuem ainda mais prioridade;
  • portadores de deficiência física ou moléstia grave;
  • E pessoas cuja maior fonte de renda seja o magistério.

A soma dos valores liberados para este grupo chegou em R$ 96 milhões e o restante será pago a 197.438 pessoas que não fazem parte da prioridade.

Como consulta a restituição do imposto de renda?

Para consultar é possível acessar a página da Receita e seguir o passo a passo abaixo:

  • Primeiro selecione “Meu Imposto de Renda”
  • Na sequência, na nova tela, você deve selecionar “Consultar a Restituição”.
  • Feito isso, se houver pendencias, você poderá visualizá-las e corrigir, para garantir sua restituição no próximo lote.
  • Outra opção é fazer todo o procedimento por meio de aplicativo, que possibilita acompanhar a  restrição do imposto de renda e também a situação cadastral de inscrição no CPF.

Restituição disponível

O prazo para saque dos valores a serem restituídos na rede bancária normalmente é de um ano.

“Se, por algum motivo, o crédito não for feito, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Nesse caso, o contribuinte poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf , ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos)”, menciona matéria da Agência Brasil. 

Depois desse período, uma opção é solicitar os valores pelo Portal e-CAC:

  • Primeiro selecione “Declarações e Demonstrativos”;
  • Na sequência escolha “Meu Imposto de Renda”;
  • E, por último, clique em “Solicitar restituição não resgatada na rede bancária”.

 

Malha fina

Os contribuintes que agora recebem os valores caíram na chamada “Malha Fina”. A situação acontece quando a Receita Federal encontra alguma divergência, seja valores declarados a mais ou a menos ou alguma inconsistência cadastral.

Não declarar as contas ao Leão pode trazer uma séria de sanções, por isso é importante ficar atento a sua situação. Veja aqui como não cair no golpe da ‘regularização do CPF’

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.