Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Quem foi Carlos Lacerda?

Entenda tudo sobre um dos mais relevantes jornalistas do país

Carlos Lacerda: um resumo sobre essa figura pública

Carlos Lacerda foi um notório jornalista que se destacou devido ao impacto causado na história do Brasil.

Devido à sua importância para a ocorrência de diversos eventos no país, Carlos Lacerda aparece em muitas questões de história do Brasil, especialmente nos vestibulares e concursos.

Assim, o artigo de hoje trouxe, para te ajudar, um resumo sobre a vida desse jornalista e suas principais atuações.

Carlos Lacerda: introdução

Jornalista e escritor, Carlos Lacerda foi um dos maiores opositores do governo de Getúlio Vargas. Ainda, o jornalista também teve uma importantíssima participação no golpe militar de 1964.

Carlos Lacerda: biografia

Carlos Lacerda nasceu no Rio de Janeiro, em uma família ligada à política: seu pai havia sido prefeito pelo PCB (Partido Comunista Brasileiro) e seu avô havia sido ministro do Supremo Tribunal Federal e ministro no governo de Prudente de Moraes, durante a República Oligárquica.

Lacerda era estudante de Direito na UFRJ, mas não concluiu o curso, uma vez que se envolveu em questões políticas dentro da universidade. Na época, o jornalista era defensor das ideias comunistas e, devido à isso, participava ativamente das atividades da Aliança Nacional Libertadora (ALN).

No entanto, Lacerda romperia, posteriormente, com as ideias de esquerda que eram por ele defendidas. É nesse momento também que o jornalista se torna uma dos maiores opositores de Getúlio Vargas, que assume o comando do país após a Revolução de 1930.

Carlos Lacerda: ações contra Vargas

Lacerda ingressou oficialmente na política em 1945, ao se tornar vereador. Posteriormente, em 1949, o jornalista fundou o jornal Tribuna da Imprensa, com o objetivo de realizar oposição ao governo de Vargas. O Tribuna seria o maior veículo de divulgação dos textos de Lacerda durante todo o governo de Vargas.

Carlos Lacerda: atentado da rua Tonelero

Em 1954, Lacerda sofreu uma tentativa de assassinato, em um episódio que ficaria conhecido como “atentado da rua Tonelero“. Após esse episódio, Carlos Lacerda passaria a criticar ainda mais o governo de Vargas e conseguiria, com isso, mais adeptos para a sua oposição.

O episódio, porém, foi crucial para o suicídio de Vargas. Isso porque, a partir do momento em que o chefe de guarda pessoal do presidente identificado como o mandante, o governo de Getúlio se torna insustentável.

Carlos Lacerda: depois do suicídio

Com o suicídio de Vargas, Lacerda foi embora do país, uma vez que a opinião pública havia se voltado contra ele, considerando-o como culpado pelo suicídio. O jornalista retornaria somente anos depois, com o objetivo de impedir, através de um golpe fracassado, a posse do presidente Juscelino Kubitschek.

Ainda, Lacerda participou também da articulação do Golpe de 1964,  uma vez que o jornalista era um notório anticomunista.

Anos depois, Lacerda se tornaria um opositor do regime, mas esse já havia sido instaurado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.