Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Projeto para prorrogar calamidade pode estender auxílio emergencial em 2021

O auxílio emergencial, criado em abril de 2020 com a finalidade de ajudar os brasileiros em meio a pandemia do novo coronavírus, chegou ao fim em dezembro. Entretanto, parlamentares se mobilizam para prorrogar o pagamento do benefício para este ano.

O senador Weverton (PDT-MA), apresentou ao Congresso, no início desta semana, o Projeto de Decreto Legislativo 1/2021, que prorroga o estado de calamidade pública até 30 de junho. O decreto inicial chegou ao fim em 31 de dezembro.

Ainda, através das redes sociais, o senador se manifestou em defesa da extensão do decreto, que também permitiria a prorrogação do auxílio emergencial. De acordo com o senador, a crise econômica poderia ser agravada com novas medidas de isolamento.

“Apresentei um projeto que prorroga o estado de calamidade por mais 180 dias. A proposta é muito importante para o Brasil. O texto vai permitir gastos na área de saúde para comprar, por exemplo, vacina. Possibilita também a prorrogação do auxílio emergencial de R$ 600”, disse o senador.

Uma reunião deve acontecer nos próximos dias entre o Ministério da Economia e senadores para avaliar a situação fiscal do país e a possibilidade de novos pagamentos do auxílio em 2021.

Governo nega novos pagamentos

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, reiteram que novos pagamentos do auxílio emergencial não serão feitos. Segundo eles, não há “espaço fiscal e orçamento” para isso.

Bolsonaro afirmou, na última terça-feira (05), que o Brasil atravessa uma grave crise econômica e que não há nada ser feito, pois “o Brasil está quebrado”. No entanto, o ministro afirmou no ano passado que prorrogação do auxílio emergencial em 2021 seria certa caso uma segunda onda de infecções do coronavírus chegasse ao Brasil.

O fim do pagamento do auxílio emergencial deixará cerca de 48 milhões de brasileiros sem renda no início de 2021. Até o momento, o governo ainda não anunciou a criação de um novo programa de renda social.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
11 Comentários
  1. Carine Diz

    So6tenho uma coisa a dizer Presidente o.pobo e as crianças filhos de trabalhadores que perderam seus empregos precisam comer, vestir, pagar luz e água ter o mínimo de dignidade. Sem o auxílio sem emprego mais a pandemia pessoas morrendo todo dia o Sr. Presidente quando foi eleito assumiu a responsabilidade de ajudar esse povo. Vocês do governo tem responsabilidade. Assumam. Como conseguem encher a barriga a noite e dormir sabendo que o povo passa fome com 300 reais que crianças dormem chorando de fome? Façam alguma coisa tabelem a comida tá tudo caro e subindo isso é desumano

    1. Carine Diz

      Desculpe os erros ortográficos esqueci de corrigir.

  2. Alexander Diz

    E fala que o país está quebrado e mole diminuí o salário dos previdente dos vereadores dos senadores dos deputados pra ver se eles vão gosta ai e mole fala que o país está quebrado mais ganhando muito dinheiro e mole

  3. Eliane Diz

    O Bolsonaro quer que todos os brasileiros morram que ele e a família dele conserta ja tomaram a vacinar e o povo brasileiro morrendo no Amazonas sou uma mãe de família estou desempregada e ñ tenho da onde tirá para sustentar os meus dois filhos e esse presidente de meia tigela vem dizer que o Brasil está quebrado conta outra presidente nem pra administrar o Brasil vc presta agora vc esta a mostrando realme quem tu es de verdade ñ tá nem ai para o povo brasileiro tu tem de comer todos os dias e muitos brasileiros ñ tem da onde tirá.

  4. Marlene Reinaldo Diz

    Meu Deus muita gente desempregado e esses parlamentar só pensa neles ou vergonha um país onde se roubar tanto e não tenhe dinheiro eu não acredito nessa bandidagem

  5. Franoliver Diz

    O incrível da ele diz q se pagar 5 mil ninguém trabalha
    Mas não é ele q nosso funcionário e sim somos os patrões
    Sou mãe de família trabalhei minha vida td des dos 12
    Tenho 4 filhos não pego bolsa,e com esse estado de calamidade não consigo um emprego
    Recebi 7 parcelas do auxilio E 2 do auxilio merenda isso pq recorri na prefeitura
    O inclivel q tenho conhecidos q pega pensão por morte pega bolsa e pega o auxílio merenda des do começo tem conjugue q trabalha e recebe bem ha e não precisou fazer cadastro

    Esse país é injusto,esse presidente não sabe nem se pronunciar
    E nosso Brasil não está quebrado
    Não ficou quando o Lula roubo agora vai ficar

  6. Maria José i Tonello Indalecio Tonello Diz

    Mentira qdo diz q o auxílio vai quebrar o país, o auxílio vai dar lucro pro país, e tbm sei q recebeu ,70 bilhões pra envestir no problema do Corona, seja franco, q vc vai vê o povo quebrando tudo e se esse auxílio não sair

  7. Maria José i Tonello Indalecio Tonello Diz

    Bolsonaro tira sarro em tudo, entrou na presidência colocamos ele lá pra ficar rindo da gente, se faz dono do Brasil ele e os filhos, , as universidades, ele não entende nada de universidades, de alunos , professores e cursos , detonando tudo, lá dentro TBM, começou com o Lula colocando pessoas lá dentro sem um pingo de vontade de estudar, e conseguindo entrar com o apóio de muitas bolsas q o Lula colocou, agora Bolsonaro, tirando tudo das universidades, todos suporte de um estágio, e até produtos de igiene, os professores tem q se virar pra conseguir, Bolsonaro larga de gargalhadas , passeio feito um adolescente, e leve a sério o país e as pessoas,, muitos q estão precisando desse auxílio é pessoas trabalhador e honesto, não aprenderam roubar e ser malandro pra se dá bem,

  8. Jurandy Benedito de Lima Diz

    Apoio plenamente o presidente e o ministro. Tem que cessar estes pagamentos mesmo. Tem um bando de vagabundos, metendo o louco e ganhando dinheiro na malandragem. Vai prejudicar quem realmente precisa, mas e a única maneira de não quebrar ainda mais o Brasil.

  9. Jorge Diz

    Bota o presidente pra sobreviver com 1,100 reais pra ele vê o quê a população passa com essa miséria em magina com 600 reais?

  10. Barbara Diz

    Tem que paga 1200 de auxílio bosonaro tá metedo o foda de ele sim tem como comer ainda tira uma com a cara do povo brasileiro e não tem problema nenhum. Agora vem disse que o Brasil tá quebra

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.