Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Programa Nacional do Hidrogênio: matriz elétrica proveniente de fontes renováveis

a Resolução nº 6 do CNPE institui o Programa Nacional do Hidrogênio (PNH2) e estabelece a estrutura de governança do programa. Saiba mais!

Foi publicada, na última quinta-feira (04/08), a Resolução nº 6, de 23 de junho de 2022, do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), que institui o Programa Nacional do Hidrogênio (PNH2) e estabelece a estrutura de governança do programa, de acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME).

Programa Nacional do Hidrogênio: matriz elétrica proveniente de fontes renováveis

Nos últimos anos, o mercado de hidrogênio tem se tornado prioridade na estratégia climática e de energia de diversos países para prover uma alternativa para setores de difícil abatimento de emissões de carbono.

Além disso, o hidrogênio é também um vetor de energia, que possibilita o armazenamento e favorece o acoplamento do setor de energia aos da indústria e transporte, informa o Ministério de Minas e Energia (MME).

Destaque para o Brasil

O Brasil tem grande potencial de se destacar nesse mercado, em face do diferencial competitivo apresentado, com mais de 80% da matriz elétrica proveniente de fontes renováveis, informa o Ministério de Minas e Energia (MME).

Além disso, o Brasil possui ampla gama de recursos energéticos que podem ser utilizados para produção de hidrogênio de baixo carbono, por diversas rotas tecnológicas, ressalta a divulgação oficial.

O uso do hidrogênio como vetor energético apresenta ainda significativos desafios tecnológicos e de mercado, ao longo de toda a sua cadeia energética (produção, transporte, armazenamento e consumo).

Isso impõe a necessidade de um olhar estruturado em torno do desenvolvimento do mercado e da indústria, explica o Ministério de Minas e Energia (MME). Dessa forma, a orientação estratégica visa desenvolver uma economia do hidrogênio no Brasil em harmonia com as demais fontes de nossa matriz energética.

De acordo com a estrutura de governança do PNH2, a coordenação e a supervisão do planejamento e da implementação das atividades ficarão a cargo de um Comitê Gestor, integrado por diversos órgãos e entidades da Administração Pública federal. 

Fortalecimento da indústria do hidrogênio

O objetivo é fortalecer o mercado e a indústria do hidrogênio enquanto vetor energético no Brasil, explica o Ministério de Minas e Energia (MME). Antes da Resolução CNPE nº 6, de 2022, outras decisões do colegiado de ministros já identificavam o papel estratégico que o hidrogênio pode desempenhar num futuro de economias descarbonizadas.

Como a Resolução CNPE nº 2, de 2021, que definiu o hidrogênio como um dos temas prioritários para investimentos em pesquisa e desenvolvimento, e a Resolução CNPE nº 6 de 2021, que orientou a definição de diretrizes para o Programa, explica o Ministério de Minas e Energia (MME) através de recente divulgação oficial.

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.