Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

MME: elevação do modo ferroviário na matriz de transportes

O modo ferroviário deve elevar sua participação na matriz de transportes brasileira. Confira mais informações do MME!

O modo ferroviário deve elevar sua participação na matriz de transportes brasileira, de 22% em 2021 para 26% em 2031, de acordo com estudo do PDE 2031, disponibilizado pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

MME: elevação do modo ferroviário na matriz de transportes

A entrada em operação da FNS e do primeiro trecho da FIOL aumentam o transporte de cargas no curto prazo. Projetos da FICO e Ferrogrão (EF-170) representam maiores impactos no final do período decenal.

Ferrovias antecipadas

Renovações antecipadas das ferrovias EFC, EFVM, FCA, RMN, RMP e RMO permitem um aumento da capacidade de ramais existentes, e possibilitam investimentos em novos ramais. De acordo com as informações oficiais, a duplicação da EFC e a construção do primeiro tramo da FIOL, junto com a recuperação da EFVM, aumentam o transporte de minério por ferrovias.

Minérios e grãos

O aumento do transporte de minério e de grãos, ambos com alta densidade, limitam os ganhos de eficiência energética advindos de melhorias nas vias e locomotivas.

Previsão de crescimento para o transporte hidroviário

De acordo com o Ministério de Minas e Energia (MME), o aumento do escoamento agrícola pelo Arco Norte e o da movimentação de granéis líquidos com a elevação da produção petrolífera, devem contribuir para que a cabotagem e o transporte hidroviário continuem a crescer. 

A movimentação de outros produtos também tende a aumentar, especialmente com iniciativas para a promoção da cabotagem, como o Programa BR do Mar.

Maior eficiências nos portos nacionais

A maior movimentação de granéis líquidos, a construção de novos terminais portuários e a elevação da tancagem contribuem para o incremento da eficiência das operações portuárias. 

Diversos programas elevam a eficiência do setor

Programas como o Portolog, o Porto em Papel, e de desburocratização dos portos, além de integração com o modo rodoviário, melhoram a eficiência do setor, ressalta o Ministério de Minas e Energia (MME).

Transporte Aquaviário de Cargas 

Considerando a totalidade de terminais (fluvial, lacustre e marítimo), o Brasil conta com 1.673 tanques para armazenamento de petróleo, seus derivados e etanol, totalizando uma capacidade nominal de 10,5 milhões m3 (dos quais, 96% concernentes a terminais marítimos) (ANP, 2021).  

Investimentos e programas de incentivo

Investimentos em portos, terminais e programas de incentivo à cabotagem são importantes a fim de garantir o abastecimento de combustíveis em todo o território nacional, informa o Ministério de Minas e Energia (MME). 

Algumas iniciativas do Governo Federal, como os leilões de áreas portuárias buscam identificar e desenvolver áreas portuárias para a movimentação de combustíveis (Programa de Parceria de Investimentos – PPI).  

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.