Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Primeiro Reinado: 3 tópicos que serão cobrados na sua prova

Confira!

Primeiro Reinado: 3 tópicos que serão cobrados na sua prova

O Primeiro Reinado foi o período da história do Brasil marcado pela presença do primeiro império brasileiro, que se iniciou em 1822, com a independência do país em relação à sua metrópole: Portugal.

O tema é extremamente abordado por questões de história do Brasil, principalmente na prova do ENEM, nos vestibulares e em alguns concursos públicos.

Porém, como o assunto é muito amplo, os alunos podem ficar confusos na hora de estudar. E é justamente por isso que o artigo de hoje trouxe um resumo com 3 tópicos extremamente importantes sobre o Primeiro Reinado e que certamente serão cobrados na sua prova!

Primeiro Reinado: a primeira Constituição do Brasil

A primeira Constituição do Brasil foi criada no ano de 1824, durante o Primeiro Reinado.

Em 1823, os deputados brasileiros da época se reuniram em uma Assembleia Legislativa com o objetivo de redigir uma Constituição para o Brasil, que acabara de se tornar independente. Porém, a Assembleia foi dissolvida por D. Pedro I, imperador do Brasil, uma vez que a Constituição que estava sendo redigida tinha como objetivo limitar os poderes do imperador.

É nesse contexto que, no ano de 1824, D. Pedro outorga uma nova constituição, a qual previa a existência de quatro poderes: legislativo, executivo, judiciário e moderador. O poder moderador era representado pela figura do imperador e atribuía um enorme poder para a sua figura, o qual poderia se sobressair perante os outros três.

Devemos dizer que a primeira Constituição do Brasil gerou muita insatisfação entre os deputados, uma vez que ela representava a centralização do poder nas mãos do imperador.

Primeiro Reinado: os conflitos

É importante destacar que o Primeiro Reinado foi um período conturbado da história do Brasil, caracterizado pela presença de conflitos em território nacional. Dentre eles, destaca-se a  a Guerra da Cisplatina, conflito que se iniciou em 1825 e que gerou drásticas consequências econômicas para o Brasil. Ainda, podemos citar também a Confederação do Equador, movimento republicano e separatista e que pretendia separar Pernambuco do resto do país. A Confederação foi fortemente reprimida e, dentre as vítimas da violência utilizada por D. Pedro I, podemos citar Frei Caneca, um dos líderes do movimento que foi executado.

Primeiro Reinado: a grave crise

O Primeiro Reinado foi marcado, principalmente em seu período final, por uma forte crise política, social e econômica. Isso porque, os conflitos em território nacional, a crise econômica e a centralização do poder consolidaram o descontentamento da população e da elite com o império brasileiro.

O descontentamento com o reinado de D. Pedro I pôde ser percebido também na Noite das Garrafadas, evento no qual o Imperador, que chegava ao Rio de Janeiro, foi recebido com protestos.

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.