Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Poupança: dicas para viabilizar uma reserva de emergência 

Elabore uma poupança dentro de um plano financeiro. Confira algumas dicas para viabilizar uma reserva de emergência! 

De acordo com um estudo recente feito pela Anbima – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais – o número de investidores na poupança caiu em 2020, quando o período foi comparado ao ano anterior, 2019.

Certamente essa queda está relacionada ao período da pandemia. Visto que foi nesse momento em que as pessoas perderam suas rendas e de forma totalmente não controlável.

Poupança: dicas para viabilizar uma reserva de emergência 

No entanto, o mesmo estudo aponta que 55% da população perdeu a sua renda por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, considerando o ano de 2020.

No entanto, as pessoas que tinham uma reserva de emergência, conseguiram honrar seus compromissos financeiros, já as demais, na atualidade, estão compondo a situação de inadimplência. Certamente uma pandemia é um extremo externo não controlável. No entanto, a reserva de emergência é muito importante para lidar com crises oriundas de fatores mais brandos, principalmente, as crises pessoais.

Está esperando sobrar dinheiro?

De forma geral, como um hábito brasileiro, as pessoas costumam poupar apenas quando sobra dinheiro. Porém, essa “sobra” é muito relativa quando a sua situação financeira não está positiva, e principalmente, para quem já está em situação de inadimplência. Por isso, é muito importante que você separe um percentual do seu valor mensal para que possa guardá-lo, bem como também é relevante que você direcione os valores economizados através de trocas feitas dentro da sua rotina.

Faça da poupança um hábito

Sugerimos que você cultive a poupança como um hábito. Pois quando você inserir o hábito de poupar na sua rotina, você guardará valores irrisórios. Posteriormente, você poderá direcionar valores mais adequados aos seus objetivos pessoais. Sendo assim, é importante que você tenha alguns conceitos na hora de economizar.

Troque produtos pagos por versões de menor custo ou gratuitas 

Por exemplo, verifique a possibilidade de trocar produtos bancários tarifados por produtos bancários sem anuidade, já que as fintechs oferecem serviços bancários qualificados com isenção total de tarifas.  Tenha clareza sobre a sua situação financeira atual e faça controle de rotina. Vá ao mercado sempre com uma lista de compras. 

O cartão de crédito não é uma extensão da sua renda mensal

Além disso, é muito importante que você entenda que o cartão de crédito não é uma extensão da sua renda mensal. Por isso, ele deve ser utilizado como uma ferramenta financeira para que possa ser viável inseri-lo dentro do seu planejamento financeiro.

Faça negociações 

Ademais, também é importante que você verifique a possibilidade de realizar negociações financeiras, considerando que neste final de ano o Banco Central do Brasil e a Febraban estão realizando um importante mutirão de descontos, bem como, a Serasa também está oferecendo o Auxílio Dívida. Portanto, essas são oportunidades excelentes para que você saia da inadimplência e viabilize uma poupança em caráter de reserva de emergência. 

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.