Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Planejamento Financeiro Pessoal – Seus Ganhos, Gastos e Dívidas 

Categorize seus ganhos, gastos e dívidas e direcione o seu planejamento financeiro pessoal. Veja dicas relevantes!

O seu planejamento financeiro pessoal pode viabilizar uma poupança para a sua reserva de emergência

O seu planejamento financeiro pessoal pode viabilizar uma poupança para que você faça uma reserva de emergência, bem como, é possível que você direcione seus objetivos pessoais em  longo prazo.

No entanto, para que você alcance essa objetividade através de um planejamento financeiro, é importante que você faça uma análise sobre a sua situação financeira atual.

Separe seus ganhos, gastos e dívidas 

Dessa forma, você deve separar os seus gastos de seus ganhos. Bem como, você deve ter clareza sobre o quanto você realmente gasta e o quanto você realmente ganha, além de se atualizar quanto aos valores de dívidas.

Isso porque algumas pessoas complementam suas rendas e acabam não tendo essa média de valores. No entanto, é importante obter  conhecimento sobre esses valores para direcionar seu plano de finanças.

Categorize seus custos fixos e seus custos variáveis 

 Além disso, você deve separar os seus custos fixos de seus custos variáveis para que verifique dentro dos seus custos variáveis, quais são as possibilidades de alteração no que diz respeito ao seu comportamento de rotina.

Sendo assim, para você pode realizar pequenas trocas que são importantes para suas finanças. 

Trocas de produtos bancários pagos por produtos gratuitos, com a mesma qualidade!

Por exemplo, você pode trocar um cartão de crédito tarifado por um cartão de crédito sem anuidade, bem como, você pode realizar o mesmo tipo de  troca no que diz respeito a sua conta corrente.

Haja vista que as fintechs oferecem os dois produtos com bastante qualidade, ao passo que você não paga tarifas. Nesse caso, você pode direcionar esses valores economizados para a sua poupança, ainda que você ache esses valores irrisórios para serem poupados.

 Tenha foco no seu objetivo de modificar seus hábitos

Isso porque para quem está iniciando o planejamento financeiro é extremamente importante que tenha foco no seu objetivo de modificar seus hábitos.

Uma vez que através de novos hábitos financeiros você obterá a poupança como um hábito mensal. Bem como, questionará o seu comportamento de compra, diminuindo seu consumo em longo prazo.

Viabilize seus planejamentos em curto, médio e longo prazo

 Sendo assim, esse foco em seus hábitos atuais irão direcionar suas finanças, ainda que seja algo perceptível apenas no futuro.

 Além disso, você pode direcionar valores para uma poupança apenas para reforçar o hábito. Posteriormente, você poderá planejar esse direcionamento para uma reserva de emergência, além de seus planejamentos em curto, médio e longo prazo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.