Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Planejamento Financeiro Pessoal e o Desafio de Economizar

O desafio pessoal de economizar e criar um planejamento financeiro para a poupança 

Economizar pode ser um desafio pessoal. No entanto, é totalmente possível que uma pessoa realize um planejamento em suas finanças, ainda que seja uma pessoa endividada.

Primeiramente, é importante realizar um mapeamento sobre a sua situação atual. Somente dessa forma poderá direcionar assertivamente o seu fluxo financeiro, ainda que seu orçamento esteja negativo. 

Separação de custos fixos e variáveis é o primordial para o fluxo de finanças pessoais 

Para um devido planejamento você precisa ter ciência exata dos valores que está devendo e do quanto dispõe para que possa viabilizar soluções, como acordos, por exemplo.

 Sendo assim, separe seus custos fixos dos custos variáveis. Ou seja, as contas imprescindíveis referentes ao sustento e os seus itens de consumo por hábito.

Dessa maneira, separe os custos da manutenção de sua casa, como as contas referentes ao fornecimento de água, luz, telefone, aluguel. Bem como, outros pagamentos que devem ser feitos como plano de saúde, estudos etc.

Verifique o que você pode deixar para comprar depois, no que se refere  aos custos variáveis. Ou ainda, analise se há algum serviço mensal que você possa abdicar nesse momento.

Acordos feitos de forma planejada 

Caso você esteja endividado, calcule o valor atual de todas as suas dívidas para que faça um planejamento incluindo parcelamentos. 

O Feirão Serasa Limpa Nome oferece descontos de até 90% para os clientes de empresas parceiras. Por isso, pode ser bem interessante viabilizar um acordo financeiro dentro de um fluxo financeiro pessoal.

Você pode acessar o site e realizar um parcelamento de suas dívidas, no entanto, há um ponto de atenção caso você tenha muitas dívidas.

Cuidado com novo fluxo de dívidas para pagar contas 

É importante que você não faça todos os acordos ao mesmo tempo dentro do seu planejamento. Sendo assim, comece pelas contas que são mais altas e com parcelamento mais baixas.

Posteriormente, quando você terminar alguns acordos, poderá realizar outros. Isso porque caso você faça muitos acordos ao mesmo tempo, corre o risco de criar um outro fluxo de endividamento ao tentar pagar suas dívidas.

 Poupança e reserva de emergência

 Muitas pessoas não viabilizam uma poupança em caráter de reserva de emergência, no entanto, esse é um ponto importante.

Por isso, dentro do seu planejamento pessoal, direcione um valor para a poupança, ainda que seja um valor baixo. Pois, em um primeiro momento, você precisa criar novos hábitos financeiros. Posteriormente, você deve alinhar esses hábitos aos seus objetivos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.