Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Pix no Banco Inter: limite para PF e PJ

Conforme informações oficiais do Banco Inter, foram estabelecidos alguns limites para o  Pix, TEDs e pagamentos de boletos. saiba mais!

Limites para o Pix e TEDs estabelecidos pelo Banco Inter 

Conforme informações oficiais do Banco Inter, foram estabelecidos alguns limites para o  Pix, TEDs e pagamentos de boleto para Pessoas Físicas de diferente titularidade.  

Conforme informações oficiais, veja o que muda a partir de 04/10/21:

Sendo assim, o limite está estabelecido para as atuais transações dentro da conta Inter. Conforme informa o Inter, essas mudanças foram definidas pelo Banco Central do Brasil (BACEN), visando aumentar a sua segurança na hora de pagar ou transferir dinheiro. Já que essa permissão fica a critério de cada instituição financeira, segundo o BC.

  Transações noturnas 

Das 20h às 6h, o limite para transações será de R$ 1.000,00 (mil reais), podendo aumentar ou diminuir mediante solicitação pelo app. Válido para as seguintes transações: Pix, TEDs e pagamentos de boleto para Pessoas Físicas de diferente titularidade.  

 Aumento de limite  

O Inter pede atenção ao prazo. Pois agora, o seu pedido de aumento de limite só poderá ser analisado 24h após a solicitação. Para pedidos de diminuição do limite, o ajuste é feito no mesmo instante. 

Os limites são válidos também para o MEI

Vale lembrar que, durante o dia, fora do período de restrição, os limites permanecem os mesmos. Para conferir seus limites diários, basta acessar seu perfil no app e clicar na opção Meus Limites. O Inter ressalta que se você também é cliente MEI, essas mudanças são válidas para a sua conta.

Inovações exclusivas do Pix

As medidas para o Pix foram estabelecidas pelo BC. Entretanto, também se aplicam a outros meios de pagamento, bem como, a todas as instituições participantes. Confira quais serão essas medidas:

  • Bloqueio cautelar;
  •  Notificação de infração;
  •  Ampliação do uso de informações para fins de prevenção à fraude;
  •  Mecanismos adicionais para proteção dos dados; e
  •  Ampliação da responsabilização das instituições.
 Mecanismos adicionais para proteção dos dados

Conforme detalha o BC, essa medida trata do estabelecimento de obrigatoriedade de que os mecanismos adotados pelas instituições sejam iguais aos mecanismos implementados pelo BC. Sendo assim, há a necessidade de as instituições definirem procedimentos de identificação e de tratamento de casos em que ocorram excessivas consultas de chaves Pix, que não resultem em liquidação ou de chaves inválidas.

Portanto, embora essas medidas tenham sido informadas pelo Banco Inter, é possível que outras instituições adotem medidas iguais, ou ainda, adaptadas para as suas transações. Visto que o Banco Central permite essa adaptação por parte das instituições financeiras.

Avalie o Texto.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.