Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pagar mínimo do cartão de crédito: vale ou não a pena fazer?

Certamente você já ouviu falar que pagar mínimo do cartão de crédito é uma medida que permite dividir o valor da dívida em parcelas mensais menores. Assim, poderá manter suas contas em dia. Tudo isso parece ótimo, principalmente pelo fato de o pagamento não gerar juros. Porém, pode acontecer que, ao aplicá-lo, você não apenas prolongue o prazo de liquidação, mas acabe devendo um valor muito superior ao inicial. Entenda melhor o assunto.

Pagar mínimo do cartão de crédito é mesmo vantajoso?

Se você ainda tem dúvidas sobre a aplicação ou não deste pagamento no próximo período, entenda que pagar mínimo do cartão de crédito pode ser fantasioso. Em muitas vezes, é livrar-se temporariamente de um problema, criando outro muito maior para se resolver depois.

O que é um cartão de crédito?

Um cartão de crédito é um produto financeiro pelo qual você recebe um cartão. Com ele você pode usar o saldo de crédito disponível para fazer compras ou pagar por um serviço.

Mas, terá que pagar o valor gasto a cada mês. Dessa forma, dependendo do método de pagamento da fatura mensal, cobrirá ou não os juros e outras despesas.

Qual é o pagamento mínimo?

O pagamento mínimo refere-se ao valor necessário que deve ser pago em cada fatura para que o saldo do cartão de crédito fique disponível para compras. É necessário conhecer esse conceito em detalhes, pois pagá-lo não significa que toda a dívida também esteja paga.

Ademais, o restante dos juros ainda está em vigor. Ou seja, se você pagar o mínimo do cartão de crédito, o restante dos juros acumula e pode levar mais tempo para quitar a dívida.

O que acontece se for pago mais do que o mínimo do cartão?

Quanto menor for o pagamento efetuado, acumular-se-ão juros. Assim, é conveniente pagar em cada fatura, o máximo possível da dívida, uma vez que o tempo de liquidação é menor.

Se você quitar o valor total da dívida, ou seja, a fatura toda, isento do pagamento de juros e só cobrirá o valor gasto. No entanto, você deve verificar se o cartão contratado atende a esses tipos de condições.

Mas, atenção, pagar mais do que o mínimo não garante que não haverá cobrança de juros, pois para isso você deve pagar o total da fatura. Portanto, gaste apenas o que sabe que poderá pagar todos os meses.

O pagamento mínimo do cartão de crédito pode ser uma vantagem quando se está com problemas financeiros que o impedem de arcar com a dívida total
O pagamento mínimo do cartão de crédito pode ser uma vantagem quando se está com problemas financeiros que o impedem de arcar com a dívida total – Foto: Canva Pro

Vantagens e desvantagens de pagar o mínimo do cartão de crédito

O pagamento mínimo do cartão de crédito pode ser uma vantagem quando se está com problemas financeiros que o impedem de arcar com a dívida total. É por isso que explicamos aqui as vantagens e desvantagens desta forma de cobrir a sua dívida.

Vantagens:

  • O banco saberá que você atinge pelo menos o valor mínimo a pagar;
  • O pagamento mínimo não significa uma pontuação ruim em seu histórico de crédito;
  • Isso pode significar um alívio no bolso, caso você tenha uma sequência de problemas financeiros.

Desvantagens:

  • Apenas uma fração mínima do saldo da dívida é paga;
  • Os juros são acumulados;
  • A vida da dívida é prolongada se esse mecanismo for usado com frequência.
  • Uma dívida que já é muito complicada de liquidar pode se acumular e colocar em risco a sua saúde financeira, resultando em prejuízos para o seu bolso.

Consequências de pagar apenas o mínimo no cartão de crédito

Vamos pensar que apesar de todas essas informações, você decide contribuir apenas com essa quantia. O resultado disso envolve:

  • Pagar o mínimo a seu crédito implicaria que no próximo mês você teria que pagar os juros gerados mais o que corresponde aos gastos;
  • O valor que vai para o principal (crédito) é menor;
  • Quando o pagamento integral de cada mês é diferido, gera-se um efeito bola de neve. Ou seja, seus pagamentos mínimos vão ficando cada vez maiores e demoraria anos para quitar uma dívida que era pequena no início;
  • De acordo com o parágrafo anterior, você corre o risco de chegar a um ponto em que nem mesmo os pagamentos mínimos são um valor que você possa cobrir. Então, é mais provável que você caia em inadimplência e seu histórico seja afetado;
  • Sua dívida inicial acaba dobrando.

O que você pode fazer para evitar o pagamento do valor mínimo do cartão de crédito?

Em primeiro lugar, você deve pensar cuidadosamente sobre o que vai comprar. Ou você gasta apenas o que pode liquidar em um único pagamento para se tornar sempre adimplente, ou aproveite as promoções, mas com moderação.

Se você ainda tem dúvidas sobre a aplicação ou não deste pagamento no próximo período, entenda que pagar mínimo do cartão de crédito pode ser fantasioso
Se você ainda tem dúvidas sobre a aplicação ou não deste pagamento no próximo período, entenda que pagar mínimo do cartão de crédito pode ser fantasioso – Foto: Canva Pro

Se por algum motivo você não puder pagar até a data limite, tente depositar um valor maior que o pagamento mínimo. Isso não impedirá a geração de juros no próximo período, mas você poderá controlar melhor seu nível de endividamento.

Supondo que você não possa depositar um valor a mais do que o mínimo, aplique essa medida e se comprometa a pagar uma quantia maior na próxima vez. Caso você se encontre inadimplente ou por não conseguir mais pagar mínimo do cartão de crédito, procure ajuda profissional para descobrir como saldar suas dívidas.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.