Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Jogo do bicho: você conhece esse como sorteio do tipo loteria?

Ainda bastante popular como jogo de azar ilegal no Brasil, o jogo do bicho está proibido por lei desde a década de 1940. Ele é usado principalmente por mafiosos como sorteio do tipo loteria, tendo resultados diários da loteria estadual. Conhece-se esses mafiosos, facilitadores do jogo, como contraventores (banqueiros). Vamos dar uma olhada mais de perto onde tudo começou e a influência do jogo na cultura brasileira hoje.

História do jogo popular

João Batista Viana Drummond, inglês nascido no Brasil e “criador” do jogo do bicho, encorajava os visitantes a adivinhar o tipo de animal que ele esconderia atrás de uma cortina. Essa era uma espécie de golpe publicitário, tornando-se muito popular com ele. O jogo, então, transformou-se em um grande jogo de números de animais sendo atribuído a 25 conjuntos diferentes de números.

Muitos acreditam que a popularidade cresceu tanto devido aos grandes ou pequenos valores que podiam ser apostados. Não exigia-se nenhum limite ou valor mínimo para fazer uma aposta.

Às vezes motivado pela corrupção e para quebrar o ciclo das apostas, as políticas de aceitação cresceram, até que o jogo do bicho foi proibido por lei federal em 1946. Mesmo sendo ilegal na maioria dos estados brasileiros, ele ainda prosperava.

Em 1966, a Polícia de São Paulo fez uma operação bem-sucedida de repressão a esse tipo de aposta. Afinal, o jogo do bicho cresceu em uma proporção de arrecadação anual de R$ 500 milhões, empregando cerca de 1% dos trabalhadores brasileiros. Resolveu-se a operação de repressão discretamente.

Onde se pode jogar o jogo do bicho

O único Estado do Brasil a legalizar o jogo e a regulamentá-lo é a Paraíba. Como pode-se apostar qualquer quantia, é muito perigoso, sendo a única loteria estatal em que as apostas não se limitam a uma quantia máxima.

É ilegal no Rio de Janeiro, embora o jogo seja bastante popular, com o mesmo valendo para 25 estados brasileiros. Graças à legislação do nosso país, qualquer pessoa praticante do jogo do bicho, em qualquer localidade onde seja ilegal, pode ser preso por lei.

Muitos acreditam que a popularidade cresceu tanto devido aos grandes ou pequenos valores que podiam ser apostados
Muitos acreditam que a popularidade cresceu tanto devido aos grandes ou pequenos valores que podiam ser apostados – Foto: BBC

Como funciona

O jogo funciona com associações mnemônicas usando os números do sorteio com uma seleção de 25 animais aleatórios. Por exemplo, o número 1 é o animal Avestruz. Se usar o número 2, será para Águia; mas se apostar no número três, será o Burro.

Cada um dos 25 animais teria quatro números entre um e cem atribuídos a eles. Um exemplo de como se iniciaria seu jogo é apostar R$ 2,00 em um animal. Entretanto, pode-se escolher também algarismos combinados atribuídos a outros animais.

A banca é formada por gerentes, operadores e revendedores. Os jogadores apostam em sites de pontos de venda onde se recolhe dinheiro, guarda o registo de todas as apostas e envia o registo para o operador que também é responsável pelos sorteios.

Influência do jogo do bicho na cultura brasileira

Na sociedade brasileira, o jogo do bicho teve um grande impacto na cultura. Isso porque, estando ou não envolvido com o jogo, teve uma significativa associação do número 24 na política, esportes e homossexualidade.

Influência no esporte brasileiro

Sendo 24 o número do bicho veado no jogo do bicho, e o veado sendo associado a gays, o número tem causado algumas dificuldades aos atletas profissionais. Os atletas masculinos evitam fortemente as camisetas com o número 24, assim sendo, ficam insatisfeitos quando forçados a usar uniformes com esse número.

Com o bicho zebra não presente entre os animais, o treinador da equipa Portuguesa de Futebol “Gentil Cardoso” descreveu uma vez as suas hipóteses. Ele fez isso frente ao adversário “Vasco da Gama” como empate com uma zebra no jogo do bicho.

Portanto, insinuando que seria impossível, já que se trata de uma equipe muito mais fraca. Como a Portuguesa venceu aquele jogo, usa-se a zebra no Brasil para demonstrar as derrotas esportivas.

O número treze também tem sido significativo no esporte e é o número do galo no jogo do bicho. Dois times de futebol diferentes aderiram à dezena.

Um clube de futebol paraibano “Treze Futebol Clube” usa o galo como mascote, pois “Treze” significa treze anos. Outro clube de futebol que também usa o galo como mascote é o “Clube Atlético Mineiro”, já que seus torcedores esperavam que 2013 fosse o ano do galo e venceram a Libertadores em 2013.

jogo-do-bicho-3
O único estado do Brasil que legalizou o jogo e onde ele é regulamentado é a Paraíba – Foto: BBC

Influência na política brasileira

Na política, muitos candidatos LGBT usam o número 24 em suas campanhas para serem vistos como associados ao movimento LGBT. Políticos heterossexuais também usam o número caso tenham ou não uma agenda anti-LGBT. O Senado brasileiro tem 81 senadores, nenhum dos senadores usa o número 24 em seu gabinete.

Embora o jogo do bicho ainda seja ilegal na maioria dos estados do Brasil, ele continua sendo um dos jogos mais populares do país. Ademais, é considerado também a maior loteria do mundo.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

1 comentário
  1. Danimiana Diz

    Como ganha nojogo do bicho sem emganacao. De verdade esto cansada. De. Ser em ganada

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.