Pagamento do abono salarial PIS/Pasep de 2021

Vale salientar que o abono salarial do ano passado não deve ser repassado ainda em 2022. Isso porque, não há no Orçamento da União recursos suficientes para dois repasses do PIS/Pasep este ano.

Os pagamentos do abono salarial PIS/Pasep ano-base 2020 foram encerrados no dia 31 de março. Diante disso, os trabalhadores se questionam sobre a liberação do benefício referente ao ano de 2021.

Vale salientar que o abono salarial do ano passado não deve ser repassado ainda em 2022. Isso porque, não há no Orçamento da União recursos suficientes para dois repasses do PIS/Pasep este ano.

Embora o pagamento do benefício aconteça sempre no ano seguinte ao da sua apuração, o benefício do ano passado só será concedido aos trabalhadores em 2023. Essa  medida foi aderida devido a suspensão do pagamento do abono salarial em 2021.

Quem tem direito ao PIS/Pasep de 2021?

Para receber o abono salarial PIS/Pasep, o trabalhador precisa:

  • Estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos;
  • Ter recebido remuneração média mensal de até dois salários mínimos;
  • Ter trabalhado com carteira assinada durante 30 dias consecutivos, ou não; e
  • Estar com as informações atualizadas pelos empregadores na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Vale ressaltar que muito trabalhadores com direito ao abono de 2020 não realizaram o saque, embora o país se encontra em uma crise econômica. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, R$ 500 milhões ainda faltam ser resgatados. O prazo termina no dia 29 de dezembro de 2022.

Qual o valor do PIS/Pasep de 2021?

Em 2023, o valor do abono salarial será diferente do deste ano. Isso porque, o teto do benefício é calculado sempre com base no salário mínimo em vigência, ou seja, o do próximo ano.

O piso nacional para o ano que vem deverá ser anunciado no final de janeiro de 2023, no entanto, já há previsões. Segundo o Governo Federal, a remuneração pode chegar a R$ 1.294, com reajuste de 6,7% do INPC.

Como consultar o PIS/Pasep de 2021?

Caso os canais de atendimento permaneçam os mesmos, as consultas acontecerão das seguintes formas:

Para o PIS (trabalhador de empresa privada):

  • No Aplicativo Caixa Trabalhador;
  • No site da caixa;
  • Pelo telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207.

Para o Pasep (servidor público):

  • Pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (capitais e regiões metropolitanas);
  • 0800 729 0001 (demais cidades);
  • 0800 729 0088 (deficientes auditivos).

O trabalhador poderá consultar o número do seu PIS para verificar quanto tem disponível para saques. Para isso, deverá acessar o portal Meu INSS. O primeiro passo, ao entrar no site, é logar com sua conta gov.br.

Feito isto, será necessário abrir a página de “Meu Cadastro”. Ela contém todas as suas informações associadas ao sistema gov.br, o que inclui seu número PIS. É um processo muito fácil e que permite que você possa consultar com seu banco.

4/5 - (4 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.