Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.8/5 - (16 votes)

Pagamento do 14º salário ou abono extra de R$ 2 mil via INSS?

As iniciativas beneficiariam os segurados que atualmente, são o grupo de risco da pandemia decorrente da Covid-19.

Devido a antecipação do 13º salário para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), milhões de segurados ficarão sem acesso a renda extra neste fim de ano.

Por conta  disso, desde o ano de 2020, quando ocorreu a primeira antecipação, vários parlamentares vêm se mobilizando para implementar um novo abono extra aos beneficiários da Previdência Social.

Entretanto, assim como qualquer outra medida de distribuição de renda, as propostas têm encontrado vários obstáculos para sua aprovação devido à falta de recursos. As iniciativas beneficiariam os segurados que atualmente, são o grupo de risco da pandemia decorrente da Covid-19. Confira as sugestões a seguir:

14º salário do INSS

Um dos projetos de leis que prevê o pagamento do 14º salário está em discussão na Comissão de Finanças e Tributação na Câmara dos Deputados. A proposta já recebeu parecer favorável do relator do texto, o deputado Fábio Mitidieri (PSD-SE).

Para ter força de lei, o texto deve ser votado pelos demais integrantes da Comissão de Finanças e Tributação e ainda deve seguir para a de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). O texto que avançou é do deputado Pompeo de Mattos (PDT/RS).

Se aprovado nas duas comissões, o texto seguira para o plenário do Senado – que contará com a votação de todos os senadores presentes em dois turnos. Depois disso, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) poderá ainda decidir se vai vetar ou sancionar o texto.

Se sancionado o texto dará direito ao 14º salário, se não, os senadores ainda podem votar pela derrubada de veto do presidente.

Na discussão da Comissão de Finanças e Tributação, uma emenda ainda foi considerada incluída. Desta forma, a lei só pode se tornar realidade, mesmo depois de aprovada, se houver “à existência de dotação orçamentária prévia suficiente para a cobertura das despesas”. A emenda ainda pode ser derrubada quando a votação geral for realizada em plenário.

O texto inicial propõe o limite de dois salários-mínimos por segurado, porém os valores ainda podem ser modificados por emendas antes da votação. Ou seja, ninguém poderia receber mais que R$ 2,2 mil, mesmo que o valor do seu benefício normalmente fosse superior a quantia

Abono extra de R$ 2 mil

O abono extra é uma outra proposta destinada aos aposentados e pensionistas do INSS. Também criada no ano passado, não chegou nem a se tornar um Projeto de Lei. A medida foi apresentada como uma Sugestão Legislativa, que pode ser levada adiante por qualquer civil.

Em julho de 2020 a iniciativa foi encaminhada para o Senado Federal. Entretanto, não chegou a ser pauta de nenhuma reunião. Contudo, desde então o projeto do abono extra segue estagnado e sem chance de movimentações.

3.8/5 - (16 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

9 Comentários
  1. Joselito Diz

    Os políticos vão enrolar até o ano acabar e ficar para o ano que vem vcs tem que ficar espertos o ano que vem tem eleições eu melhor aprovar logo

  2. lauribueno257@gmail.com Diz

    Estão pensando que aposentado é um circo onde eles entram e se acaba em cargalhadas e não um ser humano que merece o mínimo de respeito ,aliás para ser um aposentado com certeza fez sua contribuição não só a previdência como contribuiu com o progresso do país que se diga de passagem se não fosse os TERRORISTAS DISFARÇADOS EM POLÍTICOS ROUBANDO TUDO O QUE PODE NOSSO BRASIL ABENÇOADO POR DEUS SERIA UM PAÍS DE PRIMEIRO MUNDO OU MELHOR SERÍAMOS O PRIMEIRO PAÍS EM TUDO DE MELHOR
    VOLTANDO A PALHAÇADA DIVULGADA PELOS POLÍTICOS CORRUPTOS O NÚMERO DE APOSENTADO É X NÃO TEM COMO SUBFATURAR

  3. Neusa Teixeira Leite Diz

    Tdo mentira,único que ñ teve benefício nessa pandemia fomos nós pensionistas e aposentados,se fosse p um político si era da noite pro dia.

  4. Luiz Lopes Diz

    É lamentável o que faz com a classe dos aposentados deste país , poderiam muito bem sim aprovar a emendar de 2 mil reais , pois os aposentados construíram o país com muito suor , e olha que para se aposentar neste país , o coitado sofreu demais , Bolsonaro e dep, senadores , estão achando que vai poder contar com o voto deles , eu acho que podem ter surpresas nas eleições aí em .

  5. Maristela Diz

    Tudo é pensado avaliado estudado para o cidadão do bem mas para os políticos e pessoas como assessores puxa sacos etc tudo e rápido! Pq será????

  6. Izabel Diz

    Se quiser da bem se não quiser dar tudo bem a gente se vira pós já estamos acostumado a se virar com que temos .mas não se esqueça que 2022 está aí e vamos responder nas urnas com a mesma moeda .pós estão se esquecendo que somos aposentados mas votamos também fica a dica pensem

  7. Adriana Diz

    Os produtos da ipê é muito bom.

  8. Jose Ferreira Diz

    Porque eles têm décimo terceiro décimo quarto e décimo quinto e quem paga somos nós e pra dar uma esmola de 1.100reais não tem dinheiro e pra dar não sei quantos. bilhões para o fundo eleitoral pra comprar esses corruptos tem e nós aposentados não tivemos um centavo de ajuda

  9. Emilio Rocha Diz

    Aqui neste tal de 14 estou vendo que é só ladainha si fosse um almento pros políticos isso era da noite pro dia e todos mundos estavam contente .mas como si trata dos aposentados isso é uma merda todo mundo acham alguma coisa pra botar impedi-los. Vou dizer uma coisa pra voceses cartoladas das eleições qual destes ajudar neste tal de 14 salário vai ganhar as eleições. Pode ser o tal de Bussonaro .Lula .moro .Datena ou outro qualquer e viva o Brasil

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.