Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4/5 - (19 votes)

Pagamento de R$1.100 de novembro começou; veja as datas

Os repasses ocorrem de acordo com o número final do NIS (Número de Identificação Social) antes do dígito.

Os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão os pagamentos referente a mensalidade do mês de novembro.

Veja também: INSS espera que fila de 1,8 milhão de brasileiros se regularize em janeiro 

Na quarta-feira (24), foi iniciado o calendário dos segurados que recebem até um salário mínimo (R$ 1.100, em 2021). Já os que ganham um benefício maior, terão acesso a quantia somente após o dia 1º de dezembro.

Os repasses ocorrem de acordo com o número final do NIS (Número de Identificação Social) antes do dígito. Confira os calendários do INSS a seguir:

Calendários de pagamento da mensalidade de novembro

Para os beneficiários que recebem um salário mínimo:

  • NIS final 1: 24 de novembro;
  • NIS final 2: 25 de novembro;
  • NIS final 3: 26 de novembro;
  • NIS final 4: 29 de novembro;
  • NIS final 5: 30 de novembro;
  • NIS final 6: 01 de dezembro;
  • NIS final 7: 02 de dezembro;
  • NIS final 8: 03 de dezembro;
  • NIS final 9: 06 de dezembro;
  • NIS final 0: 07 de dezembro.

 

Para os beneficiários que recebem mais que um piso nacional

  • NIS finais 1 e 6: 01 de dezembro;
  • NIS finais 2 e 7: 02 de dezembro;
  • NIS finais 3 e 8: 03 de dezembro;
  • NIS finais 4 e 9: 06 de dezembro;
  • NIS finais 5 e 0: 07 de dezembro.

Novo valor a partir de janeiro de 2022

Devido ao reajuste anual do salário mínimo, a partir de 2022 os segurados do INSS receberão um novo valor. Segundo a projeção mais recente, o piso nacional do próximo ano pode chegar a R$ 1.210,44. Essa quantia pode ainda ser alterada, conforme a variação da inflação de 2021.

Saiba se o 14º salário será liberado este ano

Devido a antecipação do 13º salário aos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em 2020 e 2021, parlamentares desenvolveram uma proposta para criação de um 14º salário ou 13º salário em dobro.

No ano passado a medida não ganhou apoio suficiente para ser liberada e este ano segue em tramitação no Congresso Nacional. Com a antecipação do abono natalino, os segurados ficarão sem uma renda extra no fim do ano.

Pensando nisto, a relatora do projeto de lei do 14º salário na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, deputada Flávia Morais, apresentou um substituto. O texto sugere que o pagamento do novo salário extra seja disponibilizado até 2023.

Quem terá direito ao 14° salário do INSS?

Um dos motivos para a criação do benefício foi a antecipação do 13º salário. Desta forma, receberão o abono os mesmos segurados que receberam o benefício natalino, sendo:

  • Aposentados;
  • Pensionistas;
  • Beneficiários do auxílio-doença;
  • Beneficiários do auxílio-reclusão;
  • Beneficiários do auxílio-creche.

Em contrapartida, não terão acesso ao possível 14º salário:

  • Inscritos nos programas Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Beneficiários da pensão mensal vitalícia;
  • Beneficiários do auxílio suplementar por acidente de trabalho e amparo previdenciário por invalidez do trabalhador rural.
4/5 - (19 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

3 Comentários
  1. Ildilene nogueira costa Diz

    Que aconteceu foi está crédito

  2. Iara Santos da Paz Diz

    Deus é fiel

  3. Elessandra Paixão De Sousa Diz

    É a parte de quando

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.