Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Open Banking e o fluxo mais transparente de informações entre as instituições

Entenda o Open Banking e como se dará o fluxo mais transparente de informações entre as instituições. Veja mais detalhes!

Open Banking e o compartilhamento de informações 

Conforme definição do BCB, o Open Banking, ou sistema financeiro aberto, é a possibilidade de clientes de produtos e serviços financeiros permitirem o compartilhamento de suas informações entre diferentes instituições autorizadas pelo Banco Central. Sendo assim, o cliente permite que as instituições bancárias visualizem a movimentação de suas contas bancárias.

O relacionamento do cliente com o banco não é aberto

O BCB ressalta que atualmente, uma instituição não “enxerga” o relacionamento do cliente com outra, então tem dificuldade de competir por ele com melhores serviços.

Conexões entre as plataformas podem ser vantajosas aos clientes?

Segundo informa o Banco Central, com o Open Banking e, por conseguinte, mediante a permissão de cada correntista, as instituições se conectam diretamente às plataformas de outras instituições participantes e acessam exatamente os dados autorizados pelos clientes. 

No entanto, o BC ressalta que todo esse processo é feito em um ambiente seguro e a permissão poderá ser cancelada pela pessoa sempre que ela quiser.

O que se espera com a chegada do Open Banking?

O Open Banking incentivará a inovação e o surgimento de novos modelos de negócio que oferecem aos clientes uma experiência fácil, ágil, segura e conveniente, de acordo com o BCB. Sendo assim, isso favorece a inclusão e educação financeira da população. 

Fluxo mais transparente de informações entre as instituições

Além disso, o BCB ressalta que espera-se que o fluxo mais transparente de informações entre as instituições favoreça a definição de melhores políticas de crédito. Bem como, a oferta de serviços mais adequados aos diferentes perfis de clientes e de segmentos da sociedade.

Também é esperado que as inovações que vão surgir facilitem a comparação de produtos e serviços ofertados pelas diferentes instituições participantes e a programação financeira das pessoas.  

Instituições participantes

Somente as instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central podem participar do ecossistema do Open Banking. 

Sendo assim, entre esse universo de instituições, no entanto, a regulamentação prevê participantes obrigatórios e voluntários. No entanto, a depender do porte da instituição e do dado ou serviço que está sendo compartilhado. Os maiores bancos, por exemplo, são participantes obrigatórios do Open Banking para o compartilhamento de dados, conforme as normas do Open Banking.

Sobre o compartilhamento de dados dos clientes

Conforme informa o BCB, o compartilhamento dos dados pessoais de clientes ou de serviços do escopo do Open Banking depende de prévio consentimento por parte dos respectivos clientes. 

Sendo assim, o consentimento deve se caracterizar como manifestação livre, informada, prévia e inequívoca de vontade, feita por meio eletrônico. Dessa forma, o cliente concorda com o compartilhamento de dados ou de serviços para finalidades determinadas.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.