Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Open Banking: confiabilidade, integridade, disponibilidade e segurança

Conforme informa o BC, o Open Banking possui os valores da instituição: confiabilidade, integridade, disponibilidade e segurança. Saiba mais!

Open Banking e os serviços financeiros personalizados 

Conforme definição do Banco Central do Brasil, o Open Banking, ou sistema financeiro aberto, é a possibilidade de clientes de produtos e serviços financeiros permitirem o compartilhamento de suas informações entre diferentes instituições autorizadas pelo Banco Central e a movimentação de suas contas bancárias a partir de diferentes plataformas e não apenas pelo aplicativo ou site do banco, de forma segura, ágil e conveniente.

Os dados dos clientes e a segurança no compartilhamento de dados no Open Banking

As instituições são responsáveis pela qualidade dos dados (informação mais recente possível, adequada e compatível). Bem como, pela segurança do seu compartilhamento do Open Banking, conforme informa o BCB, o Banco Central do Brasil.

O que muda com o Open Banking?

O BC informa que, com a permissão de cada correntista, as instituições se conectam diretamente às plataformas de outras instituições participantes e acessam exatamente os dados autorizados pelos clientes.

No entanto, o Banco Central ressalta que todo esse processo é feito em um ambiente seguro e a permissão de dados compartilhados entre bancos, fintechs, carteiras digitais e outras instituições é feita pelo cliente. Ao passo que pode ser cancelada em qualquer momento. 

De forma sucinta, esse será um modelo de sistema bancário aberto. Dessa forma, bancos, fintechs, carteiras digitais e outras instituições financeiras passarão a compartilhar dados entre si. Ao passo que esse compartilhamento ocorrerá de forma totalmente integrada.

Confiabilidade, integridade, disponibilidade, segurança e sigilo dos dados

Dessa forma, o Banco Central informa que é das instituições participantes a responsabilidade pela confiabilidade, integridade, disponibilidade, segurança e sigilo dos dados e serviços dos clientes no processo de compartilhamento. Por isso, cabe a elas, também, cumprir as disposições da legislação e da regulamentação em vigor.

Open Banking é para todos? 

O que muitos não sabem é que as maiores instituições financeiras do país possuem a obrigação de participar do Open Banking obrigatoriamente. Enquanto as menores podem aderir voluntariamente, já que esta é uma regra do BC. Sendo assim, o BCB classifica o sistema. Dessa forma, ficam obrigados a entrar para o sistema os grandes e médios bancos classificados como S1 e S2. 

Conforme define o BC, o S1 diz respeito ao porte igual ou superior a 10% do PIB ou com atividade internacional relevante, ao passo que o  S2 se refere ao porte entre 10% e 1% do PIB. Como ocorre com os bancos tradicionais, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú, Bradesco e Santander.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.