Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Open Banking: competitividade entre os bancos e novos modelos de negócio

O Open Banking promete elevar a competitividade entre os bancos através de novos modelos de negócio. Confira mais detalhes importantes!

Conforme informações oficiais do Banco Central do Brasil, na sua essência, o Open Banking é uma inovação que poderá otimizar processos por diversas vertentes. Sendo assim, o Open Banking é um acelerador e habilitador de novos negócios, através da criação ou expansão de ecossistemas digitais. 

Open Banking: a elevação do nível de competitividade entre os bancos e novos modelos de negócio

Isso significa que o Open Banking tem um grande foco em inovação e permitirá que tanto as instituições financeiras, como as fintechs criem novas ferramentas operacionais. Por conseguinte, essas novas aplicações irão facilitar muito a rotina do cliente sendo assim; por isso, o sistema financeiro aberto é uma inovação para o mercado financeiro que impacta diretamente na rotina do cliente.

Novos modelos de negócio dentro do mercado financeiro e de crédito

Dessa forma, podem surgir novos modelos de negócio dentro do mercado financeiro e de crédito. Esses novos modelos podem envolver, por exemplo, comparadores de preços, produtos e serviços. Assim sendo, o Open Banking possibilitará ao consumidor maior visibilidade e controle de sua vida financeira, define o Banco Central do Brasil em seu site oficial.

O sistema financeiro aberto objetiva otimizar os fluxos financeiros e facilitará o acesso a melhores ofertas de crédito 

Dessa forma, o BCB ressalta que o cliente obterá acesso a produtos personalizados e a condições financeiras mais vantajosas e adequadas às suas necessidades, interesses e objetivos. 

Portanto, o sistema financeiro aberto otimizará os fluxos financeiros e facilitará o acesso a melhores ofertas de crédito para o cliente final, de acordo com o Banco Central do Brasil, o que pode ser de grande relevância para a economia nacional. 

O processo começa na instituição iniciadora de pagamentos escolhida pelo cliente

O Banco Central informa que tudo começa na instituição iniciadora de pagamentos escolhida pelo cliente. Ela solicita as informações da transação de pagamento e pede a sua autorização.Porém, essas instituições são obrigadas a seguir as determinações do BC; tanto com relação ao Open Banking quanto a temas relacionados, como segurança cibernética e gerenciamento de riscos.

A proteção dos dados compartilhados é um foco do Banco Central do Brasil 

 Assim sendo, o BCB enfatiza que devem obedecer também à legislação vigente, inclusive sobre proteção de dados. Sendo assim, o BC deixa esclarecido o fato que a segurança do cliente no que tange às suas informações, é um ponto de atenção do Banco Central desde o escopo do sistema; tal como ocorre no Pix

Avalie o Texto.

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.