Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

O que é motivação extrínseca e intrínseca? Entenda aqui

Saiba a diferença entre motivação extrínseca e intrínseca.

Entender o que é motivação extrínseca e intrínseca é um passo importante para conquistar uma rotina mais motivadora e empolgante. Afinal, dessa maneira você entenderá o que deve ser feito em cada circunstância para conquistar resultados mais felizes e satisfatórios. A seguir, daremos mais detalhes sobre o assunto.

O que é motivação extrínseca?

A motivação extrínseca, em linhas gerais, pode ser entendida como uma motivação externa. Isto é, ela não parte “de dentro de você”, mas sim, é algo que acontece em sua volta que faz com que você se sinta motivado a agir de determinada forma.

Vale salientar que essa motivação extrínseca nem sempre está associada a algo bom e positivo. Muito pelo contrário!

Em grande parte, a motivação extrínseca pode estar relacionada ao medo da punição e de que algo dê errado.

Porém, não podemos resumir esse tipo de motivação apenas ao medo. Mas sim, podemos apontar outros fatores externos que se envolvem com ela. Veja:

  • A recompensa costuma ser uma motivação extrínseca. Um exemplo claro é o próprio salário de uma pessoa: ela age motivada pelo dinheiro que irá receber depois, e não pela vontade altruísta e pura de trabalhar.
  • O medo da punição é uma motivação que vem de fora.
  • O desejo de ser incluído em um grupo ou relacionamento também pode motivar alguém a agir de determinada forma, mesmo que essa vontade não venha de dentro do sujeito.
  • A motivação externa associa-se com determinado “meio”, e não com o “fim”. Isto é, você trabalha pela recompensa do dinheiro, que só será seu se você trabalhar… E não pelo resultado do trabalho, propriamente dito. Percebe a diferença?

É claro que poderíamos citar muitos outros tipos de motivações externas, mas, por ora, cremos que você já tenha compreendido o assunto. Vamos agora à motivação intrínseca.

O que é motivação intrínseca?

Em contrapartida ao que é motivação extrínseca, temos a intrínseca. Aqui, a motivação vem de dentro, e é pautada em algo que o sujeito verdadeiramente quer.

Em outras palavras, é uma motivação que possui suportes pessoais para aquela pessoa. Ela não age em prol do outro, mas sim, age em prol de si mesma. 

Diversas situações podem apontar o que é motivação intrínseca. A nível de exemplo, veja a seguir algumas situações que comprovam a existência da motivação intrínseca:

  • Curiosidade em aprender algo novo, por simplesmente querer aprender, e não por querer crescer na carreira, por exemplo.
  • Desejo de mudar a sua forma de agir e pensar, pelo simples fato de querer ser uma pessoa diferente e mais feliz consigo mesma.
  • Motivações fisiológicas, como a fome, a sede, o sono, etc.
  • Motivações que fazem com que você se sinta mais interessado na sua jornada do que na recompensa ou punição, por exemplo.
  • Iniciar um novo negócio ou graduação focando na aprendizagem que terá no meio do caminho, e não no diploma ou no dinheiro que virá no final.
  • Entre outras possibilidades.

Percebe a diferença entre uma motivação e outra? Conseguiu compreender o que é motivação extrínseca e intrínseca? Esperamos que sim!

E agora, fica aqui o questionamento: você age mais pela motivação externa ou interna? Pense nisso.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.