Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

O Acordo de Bretton Woods: entenda esse tópico!

O Acordo de Bretton Woods: um resumo sobre o tema

O Acordo de Bretton Woods, definido em 1944, foi o responsável por impulsionar a economia norte americana no contexto pós-Segunda Guerra Mundial.

O tópico é abordado com certa frequência por questões de história de diversas provas importantes, com um destaque especial para as dos vestibulares.

O Acordo de Bretton Woods: Definição

O termo “Acordo de Bretton Woods”, ou “Acordos de Bretton Woods”, se refere à uma série de acordos idealizados no ano de 1944, com o objetivo de definir os rumos da economia mundial após a Segunda Guerra Mundial.

É válido destacar que os termos do acordo foram assinados por cerca de 45 países.

O Acordo de Bretton Woods: Contexto Histórico

No ano de 1944, o fim da Segunda Guerra Mundial já era iminente, uma vez que os nazistas e os fascistas já haviam sofrido importantes derrotas e os aliados já haviam desembarcado na Normandia, no evento conhecido como “Dia D”, recuperando a França do domínio do Eixo. Nesse contexto, era preciso estabelecer a maneira com a qual a economia mundial, fortemente abalada, iria ocorrer daquele momento em diante. Assim, os líderes de 45 países se reuniram na cidade de Bretton Woods, em New Hampshire, Estados Unidos, com o objetivo de realizar um acordo sobre as diretrizes econômicas que deveriam ser seguidas por todos.

O Acordo de Bretton Woods: Diretrizes

Os líderes definiram, no encontro, como seriam as diretrizes do sistema econômico que predominaria no mundo a partir daquele momento. Devemos destacar que o Acordo de Bretton Woods beneficiou os EUA, uma vez que foi definido um sistema financeiro que daria aos Estados Unidos o controle de parte significativa da economia mundial e do sistema de distribuição de investimentos e capitais.

É nesse momento que os Estados Unidos consolidam a sua hegemonia sobre o mundo. Ainda, no acordo ficou definido que o dólar, moeda americana, se tornaria a moeda principal do setor financeiro e a referência para todos os países signatários das diretrizes. A partir de então, todas as outras moedas passaram a estar ligadas ao dólar norte-americano, variando em 1% (fosse para mais ou para menos).

Por fim, podemos afirmar que o Acordo de Bretton Woods definiu também a criação de instituições de escala mundial, com o objetivo de sustentar o sistema idealizado na reunião. Duas foram as instituições criadas: o BIRD, Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento, e o FMI, Fundo Monetário Internacional. Essa última instituição tinha como objetivo principal auxiliar financeiramente os países que necessitassem de capital.

O Acordo de Bretton Woods: Declínio

O sistema estabelecido no Acordo de Bretton Woods entrou em declínio nos anos 70. Isso porque, o governo norte-americano renunciou à algumas regras que haviam sido estabelecidas em 1944.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.