Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

NOVO auxílio emergencial de R$600 liberado: VEJA como receber

A medida estadual irá atender cidadãos cadastrados no CadÚnico com um investimento de R$ 650 milhões.

A partir desta quinta-feira (14), famílias pobres terão acesso ao auxílio emergencial de R$ 600. A medida estadual irá atender cidadãos cadastrados no CadÚnico com um investimento de R$ 650 milhões.

O abono será concedido automaticamente para famílias inscritas no CadÚnico até o dia 22 de maio de 2021. Neste sentido, os interessados não terão que se cadastrar para receber o benefício.

Veja também: 14º salário para pagamentos em 2021 recebe novos avanços

O programa ajudará muitas famílias em situação de vulnerabilidade, uma vez que o país ainda está em crise econômica devido a pandemia da Covid-19. O benefício será o maior já oferecido pelo estado de Minas Gerais.

“Sabemos como a pandemia afetou diversos setores produtivos, prejudicando negócios e gerando perda de renda e desemprego. Desde o início da pandemia, foi nossa preocupação tomarmos medidas paliativas”, disse o governador.

Entre outras medidas disponibilizadas pelo estado para apoiar a população, Minas Gerais segue entre os estados com o maior índice de geração de empregos. Nos últimos dois meses, foi cotado em segundo lugar no ranking brasileiro.

Além disso, em 33 meses de atuação do atual governo, cerca de R$ 136 bilhões foram adquiridos em investimentos para o estado. Isso porque, Minas Gerais busca respeitar as leis ambientais, manter o pagamento dos tributos em dia e gerar empregos para os cidadãos.

O governador ainda reconhece a importância do auxílio emergencial diante ao fato que o benefício nacional está prestes a ser encerrado. Caso tudo ocorra como o previsto, a última parcela do coronavoucher será repassada ainda este mês aos beneficiários.

O auxílio mineiro será distribuído em duas etapas, sendo a primeira concedida a população que não tem acesso a nenhum benefício e as mães solteiras, e a segunda rodada aos beneficiários do Bolsa Família.

Confira os calendários a seguir:

Calendário do auxílio emergencial MG para o público geral

Mês de aniversário do responsável Data de depósito
Janeiro e Fevereiro 14 de outubro
Março e Abril 15 de outubro
Maio e Junho 18 de outubro
Julho e Agosto 19 de outubro
Setembro e Outubro 20 de outubro
Novembro e Dezembro 21 de outubro

 

Calendário para o Bolsa Família

Mês de aniversário do responsável Data de depósito
Janeiro e Fevereiro 22 de outubro
Março e Abril 25 de outubro
Maio e Junho 26 de outubro
Julho e Agosto 27 de outubro
Setembro e Outubro 28 de outubro
Novembro e Dezembro 29 de outubro

 

Auxílio emergencial NACIONAL

Segundo informações do cronograma divulgado pela CAIXA, os depósitos da 7ª parcela começarão no dia 20 de outubro. Ou seja, em duas semanas já terá início a liberação de novos depósitos nas contas dos trabalhadores. Os pagamentos seguirão sendo efetuados até 31 de outubro, quando os nascidos em dezembro terão o valor do benefício depositado em suas contas.

O calendário de saques da 7ª parcela, por sua vez, terá início no dia 1º de novembro deste ano. A liberação do dinheiro em espécie continuará até o dia 19 de novembro. Até então continua sendo a última liberação do benefício, uma vez que já existe movimentos pela prorrogação do auxílio emergencial ainda este ano.

Após confirmar que os pagamentos não seriam mais prorrogados, o Governo já se inclina para extensão de mais parcelas do benefício. Membros do Palácio do Planalto já dão como certa a ideia de pagar o benefício por mais alguns meses.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

3 Comentários
  1. Ge Alves Diz

    Deveria na manchete dizer a que estado se refere para não gerar expectativas. É por isso que as informações saem distorcidas.
    Mais coerência sem sensacionalismo.

  2. Vania lucia Rosa Dias de Andrade Diz

    Bom dia tenho dois filhos um de 3 anos e o outro de 11 meses pago aluguel água e luz quem trabalha é só meu esposo e pelo valor que ele recebe eu teria direito de receber o auxilio estamos passando dificuldades estou precisando muito o dinheiro que meu esposo recebe da pra comprar só o básico por favor mim ajudar a receber o auxilio pois as vezes não dá pra comprar leite pro meus filhos pois o dinheiro que meu esposo recebe só dar pra pagar aluguel e as contas e comprar o básico me ajudar por favor

  3. Jessé Martins de Assis Diz

    Trabalhei três meses registrado e perdi o auxílio como faço pra conseguir recadastrar novamente

  4. Maura Moura Diz

    Sou sozinha pago aluguel com algumas peças de croché que vendo não tenho direito. A receber

  5. Rafaela Silva Lopes Diz

    Mim ajudar a receber o dinheiro do auxílio emergencial preciso dessa ajuda para fazer compras pro meus filhos

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.