Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (18 votes)

NOVO auxílio de R$1.000 para desempregados; veja quem poderá receber

A liberação do auxílio vai atender cerca de 45 mil pessoas com um valor de R$ 1.000

Os cidadãos em situação de vulnerabilidade social, desempregados e Microempreendedores Individuais (MEI), poderão ter acesso a um auxílio no valor de R$1.000. A medida visa atender cerca de 45 mil pessoas com um valor de quase um salário mínimo.

Veja também: Auxílio emergencial de R$600 e R$375: VEJA se o seu CPF foi utilizado para receber

O auxílio com o valor de R$1.000 mensal já está na segunda etapa. O objetivo do valor é garantir a bolsa para cerca de 180 mil paulistas. Os interessados em participar da iniciativa devem residir no estado de SP, terem mais de 18 anos de idade, serem alfabetizados e estarem desempregados ou registrados como MEI.

Cumprindo os requisitos, basta acessar o portal Bolsa Povo e realizar a inscrição. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Central de Atendimento no número:

  • 0800 7979 800 (segunda a sexta, das 8h às 18h. O atendimento eletrônico é 24h); ou
  • (11) 98714-2645 – WhatsApp (atendimento eletrônico 24h).

Após realizar a inscrição, o candidato passará por uma análise para que seja aprovado. Concedido, terá direito a um benefício no valor de R$ 1 mil, que será repassado em duas parcelas de R$ 500.

Porém, para manter o recebimento do Bolsa Empreendedor, o cidadão deverá participar de um curso gratuito de empreendedorismo, que será promovido pelo Sebrae. O Empreenda Rápido exige uma frequência mínima de 75%, além da formalização como MEI ou de outro regime rial com Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).

Segundo o governo do Estado, o programa terá um investimento máximo de R$ 100 milhões. A intenção é amparar os trabalhadores autônomos que tiveram os negócios diretamente afetados pela pandemia do coronavírus, além de estimular o surgimento de novos empreendedores.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico de São Paulo ressalta que o benefício concedido mediante ao Bolsa Empreendedor dará prioridade ao público feminino, na sequência jovens, pretos, pardos, indígenas e pessoas com alguma deficiência (PCD).

Todavia, todos esses grupos passarão por uma triagem de qualificação para serem efetivados no mercado empresarial. Os cursos de capacitação terão uma carga horária de 20h ou 10h aula de modo virtual.

Durante as ministrações dos cursos, os cidadãos terão contato com várias temáticas referentes ao empreendedorismo, como ideias de negócios, marketing, finanças, formalização, entre outras relacionadas.

A previsão é que a próxima turma se inicie no dia 22 de novembro. Fique ligado!

Auxílio Brasil de R$400

Além disso, vale ressaltar que na primeira distribuição o Ministério da Cidadania só irá contemplar as atuais 14,6 milhões de famílias, outrora atendidas pelo Bolsa Família. No entanto, a intenção é abrir espaço para mais 2,4 milhões de pessoas, totalizando cerca de 17 milhões.

De todo modo, para participar do novo programa é necessário estar ativamente inscrito no Cadastro Único (CadÚnico). O sistema servirá para identificação das famílias de baixa renda do Brasil. A inscrição deve ser realizada em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

Na ocasião, o representante familiar deve apresentar o CPF ou título de eleitor. Já para os demais membros da família, será necessário levar qualquer um destes documentos: Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, CPF, RG, Carteira de Trabalho ou Título de Eleitor

4.3/5 - (18 votes)
5 Comentários
  1. Elaine A P Santos Diz

    Isso é uma enganação..fiz esse curso na semana de 18/10 a 22/10 , não faltei uma aula..aí de repente diz que foi invalidado o curso..deram 20% de presença para muitos que estavam todos os dias na Live e agora foi cancelado…aonde está a lista que marcavam a presença dos dias?
    Palhaçada isso…

  2. Nathalia Diz

    De acordo com o site Bolsa do Povo, as inscrições do Bolsa Empreender foram encerradas em 24/10. no site do governo de São Paulo também consta encerradas a inscrição.
    Não entendi porque a reportagem fala para quem cumprir os requisitos, entrar no site e realizar a inscrição, há um erro na informação.

  3. Bruno Rafael Rocha de Olinda Diz

    O cadastro já foi encerrado e vcs me sacaneando com notícias velhas, porra não fode quem já precisa

  4. Maria Diz

    PORQUE NAO TEM UM BENEFICIO PARA O DESEMPREGADO. Falou cometário repetido desculpa. AINDA CONTINUO DESMPREGA E SEM BENEFICIO. OLHEM PARA AS MULHERES 50+….Sem aposentadoria. Sem benefício e acho que sobre preconceito por idade para ser aceita pra trabalhar. Mulheres 50+ somos capazes e responsáveis. Abram as portas empregadores…..

  5. Maria Diz

    PORQUE NAO TEM UM BENEFICIO PARA O DESEMPREGADO. TENHO 56ANOS COM PLENA SAUDE. PRECISO TRABALHAR JA ENVIE + DE 20 ACEITACAO PRA VAGAS CADASTRO E NADA NAO TENHO MAIS NEM PRA COMER. TO EMPRESTANDO DINHEIRO DE TODO MUNDO PRA CONDUCAO nem Sei qndo pagar. Não entro em nenhum benefício. Sou cad único. E …. Cadê até hoje NENHUM ACEITE. MAS MAIOR BENCAO SERIA UM EMPREGO. GOSTO E PRECISO TEABALHAR.( MULHER SO. DESEMPREGADA…QUE PAIS É ESSE…ISSO PQ TENHO MAIS DE 18Anos de Carteira ASSINADA E INSS PAGO. E NENHUM BENEFICIO ..SOCOOOOORO,.!!!!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.