Novo alerta de fortes chuvas para o Nordeste. Veja estados afetados

Novo alerta de fortes chuvas para o Nordeste. Veja estados mais afetados

Inmet lançou alerta para fortes chuvas nesta semana para a região Nordeste. Veja o que se sabe até aqui

A região Nordeste deverá ser impactada por fortes chuvas nos próximos dias. Ao menos é este o alerta que foi feito na tarde desta segunda-feira (18) pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). De acordo com órgão, alguns estados serão mais impactados do que outros.

A tendência natural é que as fortes chuvas atinjam o sul e o centro-sul da Bahia, além do centro e sul dos estados do Maranhão e do Piauí. A expectativa é para que o período chuvoso dure da terça-feira (19) até a próxima sexta-feira (22).

“A partir de terça-feira, a chuva deve atingir o sul da Bahia e depois avançar para o interior do Nordeste, afetando quase toda a região, com volume mais intenso na madrugada. Vale destacar que o período mais chuvoso deve se prolongar até sexta-feira”, diz o Inmet.

“Em locais pontuais, a chuva pode superar 100 milímetros (mm) em 24 horas, principalmente no litoral sul da Bahia”, seguiu o Instituto.

O motivo do alerta de chuvas

De acordo com o Inmet, a previsão de chuvas ocorre por causa da combinação da circulação atmosférica em vários níveis. Para além disso, há também a presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN), e um Sistema Frontal (SF) no Oceano Atlântico na altura do Sul da Bahia.

O aumento da umidade nesta região também está relacionado à oscilação do Madden-Jullian, um fenômeno natural de variabilidade intransacional que provoca chuvas acima do normal, sobretudo para esta época do ano.

O Nordeste esta semana está todo favorável para que ocorram chuvas em todas as regiões, principalmente nas regiões do interior, mas não descartando o litoral leste e norte do Nordeste”, disse Flaviano Fernandes, meteorologista do Inmet.

“Também poderão ocorrer algumas chuvas mais significativas, principalmente, entre o Rio Grande do Norte e a Paraíba e, com essa chegada da frente fria no sul da Bahia, pode também ocasionar chuvas mais intensas no Recôncavo baiano”, detalhou o meteorologista.

Calor no Sul

Enquanto o Nordeste deve enfrentar fortes chuvas, o sul do Brasil está sendo impactado pelo forte calor. De acordo com relatos nas redes sociais, especialmente os gaúchos estão tendo que enfrentar altas temperaturas nesta segunda-feira (18).

“Desde o final da semana passada a temperatura tem estado muito acima da média histórica de dezembro no estado com registro de máximas superiores aos 40ºC tanto na tarde do sábado como na tarde de ontem”, disse o MetSul.

“Com El Niño atuando, como ocorre neste verão de 2023-2024, há uma maior propensão a dias mais úmidos na estação quente, assim ondas de calor mais prolongadas acabam menos prováveis e tendem a ser mais curtas. Já os dias tendem a ser mais abafados e com probabilidade de noites de temperatura mínima mais altas, como se sentiu hoje cedo no Rio Grande do Sul”, segue o comunicado.

Novo alerta de fortes chuvas para o Nordeste. Veja estados mais afetados
No Sul, problema é o calor. Imagem: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

Riscos para a saúde

No comunicado divulgado pelo Inmet, há um alerta de que este grau de crescimento da temperatura representa necessariamente um risco à saúde.

Diante deste quadro de calor intenso, o Ministério da Saúde decidiu lançar recentemente uma cartilha com uma série de dicas para se proteger do calor. A pasta lembra que é impossível se livrar completamente do impacto das altas temperaturas, mas reforça que estas pequenas dicas podem fazer muita diferença no final das contas.

Segundo o Ministério, a principal dica para tentar amenizar o calor é tentar se proteger do sol, e evitar ao máximo a exposição direta aos raios solares:

  • Evite a exposição direta ao sol, em especial, de 10h às 16h;
  • Se expor ao sol sem a proteção adequada contra os raios ultravioleta deixa a pele vermelha, sensível e até com bolhas. Use protetor solar;
  • Use chapéus e óculos escuros (especialmente pessoas de pele clara);
    Proteja as crianças com chapéu de abas;
  • Use roupas leves e que não retêm muito calor;
    Diminua os esforços físicos e repouse frequentemente em locais com sombra, frescos e arejados;
  • Em veículos sem ar-condicionado, deixe as janelas abertas;
  • Não deixe crianças ou animais em veículos estacionados.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.