Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Novas parcelas do Auxílio Emergencial em 2022; veja quem tem direito

Mesmo que o Auxílio Emergencial tenha sido encerrado em 2021, os pagamentos continuam para um grupo de beneficiários. O Governo Federal está disponibilizando uma parcela única de até R$ 3 mil para os pais solteiros chefes de família monoparental que não receberam as cotas duplas durante a vigência do programa.

Mesmo que o Auxílio Emergencial tenha sido encerrado em 2021, os pagamentos continuam para um grupo de beneficiários. O Governo Federal está disponibilizando uma parcela única de até R$ 3 mil para os pais solteiros chefes de família monoparental que não receberam as cotas duplas durante a vigência do programa.

O presidente Jair Bolsonaro havia vetado o público masculino de receber as parcelas dobradas de R$ 1.200 do benefício concedido entre abril e agosto de 2020. Na época, apenas as mães solteiras na mesma situação foram beneficiadas com os valores. No entanto, o Congresso conseguiu derrubar o veto possibilitando os repasses atuais.

Critérios para receber o Auxílio Emergencial em 2022

Segundo o Ministério da Cidadania, o benefício será pago aos pais solteiros que se encaixarem nos seguintes critérios:

  • Ser pai solteiro cadastrado como Responsável Familiar;
  • Ter recebido a cota simples do Auxílio Emergencial durante as 5 primeiras parcelas do benefício;
  • Não possuir cônjuge ou companheira (o);
  • Ter ao menos uma pessoa menor de 18 anos na família.

Como saber se vou receber o Auxílio Emergencial neste ano?

O cidadão deve acessar o site da Dataprev e informar os seguintes dados:

  • CPF (Cadastro de Pessoas Físicas);
  • Nome completo;
  • Nome da mãe;
  • Data de nascimento.

Valor atual do Auxílio Emergencial 

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, a média do pagamento retroativo varia entre R$ 600 e R$ 3.000, conforme o número de parcelas que o cidadão recebeu entre abril e agosto de 2020. Confira:

  • Pais aprovados em abril (receberam 5 parcelas): tem direito a R$ 3.000 retroativos;
  • Pais aprovados em maio (receberam 4 parcelas): tem direito a R$ 2.400 retroativos;
  • Pais aprovados em junho (receberam 3 parcelas): tem direito a R$ 1.800 retroativo;
  • Pais aprovados em julho (receberam 2 parcelas): tem direito a R$ 1.200 retroativo;
  • Pais aprovados em agosto (receberam 1 parcela): tem direito a R$ 600 retroativos.

Auxílio emergencial

O Governo Federal começou os pagamentos do seu Auxílio Emergencial ainda no início do ano de 2020. Na oportunidade, o texto foi aprovado pelo Congresso Nacional. No decorrer daquele ano, o benefício chegou à casa de quase 70 milhões de pessoas e foi pago até o mês de dezembro.

Nos primeiros anos de 2021, entre janeiro e março, o Governo decidiu não realizar nenhum tipo de pagamentos. Todavia, não demorou muito. Após muita pressão e piora da situação da pandemia da Covid-19, o Governo decidiu retomar com os pagamentos em abril de 2021.

Na nova fase de pagamentos, o Auxílio Emergencial retornou em uma versão menor do projeto. De acordo com as informações do Ministério da Cidadania, desta vez os repasses chegaram para mais de 39 milhões de pessoas com pagamentos de, no máximo, R$ 378.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.