Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

NOVA antecipação do 13º salário seguirá em 2021 com 2 parcelas via INSS

Atenção, segurados! O pagamento das parcelas do 13º salário para os beneficiários, que incluem aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social – INSS, já foi confirmado para este ano de 2021.

De acordo com o decreto publicado pelo Governo, o órgão vai antecipar o pagamento do 13° previdenciário, concedido anualmente a quem recebe aposentadorias, pensões por morte ou auxílios diversos. A medida já está em vigor para 2021.

No ano passado, o Governo adiantou o pagamento das parcelas por conta dos efeitos econômicos causados pela pandemia do coronavírus. Os pagamentos foram realizados no primeiro semestre de 2020.

O novo decreto tem o objetivo de estender essa nova opção para outros anos, sem que haja a necessidade do Governo Federal anunciar o adiantamento.

13º salário foi pago no 1º semestre de 2020

As parcelas do 13º salário do INSS já foram pagas este ano, entre o final de abril e início de junho, por conta da pandemia da Covid-19. As parcelas, conforme o calendário oficial do INSS, deveriam ser pagas no final do ano, embora fosse comum que a primeira parte fosse antecipada para o mês de agosto.

O Senado agora vai analisar a possibilidade de criar um 14º salário para aposentados e pensionistas do INSS, com o objetivo de beneficiar os cidadãos que já sacaram o 13º, e ainda encontram dificuldades financeiras por causa a pandemia.

14º Salário

O senador Paulo Paim (PT-RS) pediu urgência na aprovação do Projeto de Lei (PL) 3.657/2020 que prevê a criação do 14º salário emergencial. De acordo com o texto, será concedido uma parcela extra para pagar aos segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) durante a pandemia do novo coronavírus.

A proposta, apresentada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), recebeu voto favorável de Paim, relator do projeto na Comissão. Segundo o senador, aproximadamente 35 milhões de aposentados e pensionistas do INSS, e que em torno de 80% desse grupo recebe apenas um salário mínimo por mês.

“A pandemia está fazendo um enorme estrago na economia e na vida das pessoas menos favorecidas,” disse Paim.

“O 14º salário, além de socorrer os aposentados, os que estão no grupo de risco, também irá servir como injeção de recursos na economia. Dentre os municípios brasileiros, 64% dependem da renda dos beneficiários do INSS. O 14º salário vai representar algo em torno de R$ 42 bilhões em dinheiro novo no comércio local, nos municípios, gerando emprego e renda, gerando imposto, melhorando a qualidade de vida, movimentando a economia local e fortalecendo a vida de todos. Teremos mais empregos para colaborar com a retomada do crescimento do país”, confirmou o senador.

A proposta teve origem por meio da Ideia Legislativa n° 127.741. O autor da iniciativa é o advogado Sandro Gonçalves, de São Paulo. O projeto sugere a implementação do 14° salário como uma gratificação natalina emergencial a ser paga no mês de dezembro deste ano.

A proposta, que já alcançou mais de 60 mil assinaturas, foi encaminhada a comissão da CDH do Senado, deve ser apreciada pelos senadores ainda nesta semana.

Se aprovado, e transformada em Projeto de Lei ou PEC, a proposta é colocada para votação no plenário. Se os senadores aprovarem, o projeto será encaminhado para a Câmara dos Deputados para também ser apreciada pelos deputados por maioria simples.

6 Comentários
  1. Anita Skrepec Diz

    Bando de sem vergonhas
    Prometem adiantamento de 13°pr aposentados
    14° mas não sai do papel
    Pr deputados vereadores sai na hora os pobres aposentados. Tem que aprovar leva um ano inteiro
    E uma vergonha

  2. Arnaldo Diz

    São oportunistas sempre na véspera de eleição
    Se quisessem fazer realmente já teriam feito
    a muitos anos atrás.
    O deles eles resolvem no mesmo dia
    Isso só vai mudar se dermos como o sistema político na SUECIA OU SUICA
    Procurem no YUTUB E VRJAM LA QUEM MANDA É O POVO E O POLITICO OBEDECE
    AQUI NO BRASIL E O CONTRARIO.
    ESTA NAS NOSSAS MAOS MUDAR E ACABAR
    COM ESSA ROUBALHEIRA.

  3. Divina Célia da Silva Diz

    Só porque vem as eleições aí,o aposentado, não tem direito,nem de usufruir dos seus direitos, Empréstimos só fazem com juros baixos se for em 84 ou mais vezes.somos a classe maís repudiada e usurpada, a sociedade nós menospreza, Até entre família brigam por nosso salário mínimo, (TRISTE LAMENTAVEL)

  4. Thiago de Azevedo nascimento Diz

    Foi aprovado

  5. Paulo wissel Diz

    Já tão de novo com esta ladainha do 14° vão capina uma roça que ganham mais.

    1. Tânia Maria gomes Diz

      Desde o ano de 2020 fala se em 14°

      Para prefeitos e secretários o aumento de salários é no mesmo dia.
      Agora, para quem sempre contribuído para o crescimento do país, é só chacota.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.