Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Paraná: Governador autoriza concursos da PM, Bombeiros, Polícia Civil e Depen

Carlos Massa Ratinho Junior autorizou abertura de novos concursos públicos da Segurança no Paraná

Nesta quarta-feira, 04 de setembro, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, autorizou a abertura de concursos públicos para Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros e Departamento Penitenciário (Depen-PR). Ao todo, o Estado prevê a abertura de 2.800 vagas.

O anúncio do Governador veio através de um evento sobre Segurança Pública, no Quartel do Comando-Geral da Polícia Militar, no bairro Rebouças, em Curitiba. Segundo o chefe do executivo estadual, existe uma média de aposentadoria, em especial na PM-PR, de 800 policiais todos os anos.

Por esse motivo, será necessário novas contratações. Serão abertas 2 mil vagas para Polícia Militar, 400 para o Corpo de Bombeiros e 400 para Polícia Civil (350 investigadores e 50 delegados). De acordo com informações da assessoria de imprensa do governo, o edital do concurso PC-PR deve ser publicado a qualquer momento.

Além dos concursos citados, o governador autorizou o novo concurso DEPEN-PR. No entanto, ainda não foi confirmado o número de vagas previsto. Em anúncio no dia 03 de julho, foi informado que 1.269 vagas são esperadas para o cargo de agente de cadeia, de nível médio.

Para concorrer ao cargo de Investigador exige formação em qualquer curso de graduação de nível superior e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B ou superior. O salário é de R$ 5.478,49.

A função de Delegado exige bacharelado em Direito. A remuneração inicial passa dos R$13 mil mensais. Os policiais ainda têm direito a diversos benefícios e gratificações.

São requisitos para o cargo de Agente de Cadeia, ter nível médio completo; e ter mais de 18 anos. A jornada de trabalho será de 40 (quarenta) horas semanais em regime de plantão de 12 horas x 36 horas com duas folgas mensais.

Concursos PM e Bombeiros com vagas para Soldados

O processo de abertura do novo concurso da Polícia Militar-PR está em trâmite há mais de um ano. Inicialmente, a previsão era que o edital fosse autorizado em 2018. Em março, o deputado estadual, Mauro Moraes, antecipou o anúncio do governador.

A previsão é que todas as oportunidades sejam para a carreira de soldado. A expectativa é que o concurso da PM-PR tenha banca organizadora escolha através de dispensa de licitação. Além da PM, o concurso do Corpo de Bombeiros deverá ser publicado ao mesmo tempo, também com vagas para Soldados. O cargo exige nível médio completo.

O último concurso, para soldados, da PM e dos Bombeiros-PR, aconteceu entre 2012 e 2013. Ao todo, foram oferecidas 4.445 vagas para a Polícia e ainda 819 oportunidades para o Corpo de Bombeiros. O salário inincial do cargo de soldado de 2ª Classe, é de R$ 1.895,72. Após a conclusão do Curso de Formação e o término do estágio probatório, os ganhos chegam a R$4.180,07, conforme tabela de vencimentos de 2015.

Últimos concursos da PC PR

O último edital de Investigador da Polícia Civil do Paraná foi divulgado em 2009 pela Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina (COPS). Além das vagas de Investigador, o edital contou com vagas para Escrivão e Papiloscopista. Todas as fases do certame foram realizadas em Curitiba, inclusive nos casos de condições especiais.

O concurso contou com:

Prova Preambular de Conhecimentos Gerais (de caráter eliminatório e classificatório);
Prova de Conhecimentos Específicos (de caráter eliminatório e classificatório);
Prova de Higidez Física (de caráter eliminatório);
Prova de Aptidão Física (de caráter eliminatório);
Prova de Investigação de Conduta (de caráter eliminatório).

A prova objetiva do concurso contou com 50 questões, sendo 25 de conhecimentos gerais e 25 de conhecimentos específicos, sendo considerados aprovados, os candidatos que acertassem no mínimo 13 questões e nota 5,2 em cada prova uma das provas (gerais e específicos).

Acesse Agora as Principais Notícias no Brasil e fique atualizado

A avaliação de conhecimentos gerais contou com questões de Língua Portuguesa (10), Economia e Demografia Paranaense (07), Noções de Informática (04) e Raciocínio Lógico (04). Já a prova de Conhecimentos Específicos contou com questões de Noções do Estatuto da Polícia Civil (05), Noções de Direito Penal (04), Noções de Direito Constitucional (04), Noções de Direito Administrativo (04), Noções de Direito Processual Penal (04) e Noções de Legislação Específica (04).

A prova de aptidão física contou com corrida de segmento, flexão abdominal, salto em extensões, impulsão vertical, escalada (rede de abordagem) e corrida aeróbica (12 minutos).

Para o cargo de Escrivão, o último edital foi divulgado em 2018 para o preenchimento de 100 vagas. Sob organização da Universidade Estadual de Londrina (UEL), o certame contou com 30 vagas para Curitiba (capital) 20 para a região metropolitana; e 50 para cidades localizadas no interior do estado.

Para concorrer a uma das vagas, o candidato precisou ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de qualquer curso de graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação ou certidão que comprove ter o candidato colado grau e, neste caso, com a comprovação de estar sendo providenciado o registro do diploma, na forma da lei.

O salário do cargo foi de R$ 5.752,41 (cinco mil setecentos e cinquenta e dois reais e quarenta e um centavos), por jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Último concurso público DEPEN-PR foi divulgado em 2013

O Departamento Penitenciário do Paraná divulgou o último concurso público para efetivos em 2013. Na ocasião, o certame foi divulgado com 423 vagas para agente penitenciário, cargo com requisito de ensino médio completo. A remuneração era de R$ 3.568,45 mensais.

O concurso público foi organizado pela Coordenadoria de Processos Seletivos da Universidade Estadual de Londrina (Cops/UEL). O concurso contou com provas de conhecimentos e de aptidão física, avaliação psicológica e investigação social, curso de formação e avaliação médica.

A prova objetiva contou com 50 questões distribuídas entre as matérias de Matemática, Informática, Atualidades, Língua Portuguesa e Conhecimentos Específicos. A seleção teve validade até julho de 2017, não podendo ser mais prorrogada. Com isso, novas contratações para suprir o déficit de servidores somente com abertura de novo concurso público.

Leia Também:

brasil 123  

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Obrigado por se cadastrar nas Push Notifications!

Quais os assuntos do seu interesse?