Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Ministro da Educação afirma que setor enfrenta difícil cenário orçamentário 

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou no debate à Comissão de Educação da Câmara de Deputados, nesta quarta-feira (9), que a derrubada do veto presidencial ao projeto de lei que prevê o acesso à internet a estudantes de escolas públicas pode afetar em mais bloqueios de recursos para a educação. 

Segundo o ministro, a Educação enfrenta um difícil cenário orçamentário, fato que pode dificultar a realidade das instituições de ensinos federais. 

Milton Ribeiro, cita o projeto de lei que garante acesso à internet a alunos e professores da educação básica pública, o PL 3477. 

Ele revela que a derrubada do veto ao projeto traz preocupação. Contudo, garante o esforço do ministério para que todas as avaliações que o MEC realiza aconteçam. 

Educação: Derrubada do veto presidencial

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, falou sobre o desbloqueio de R$ 900 bilhões no orçamento do MEC, mas que isso pode ser anulado por conta da derrubada do veto presidencial ao PL de acesso à internet. 

Acerca do repasse da união, previsto pelo projeto de lei, a presidente da comissão da Educação, deputada Professora Dorinha Rezende relata que a matéria prevê outras fontes de para a verba, ou seja, não necessariamente do orçamento da pasta. 

Perguntado sobre possíveis interferências na escolha de questões do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), o ministro da Educação, admitiu ter orientado os responsáveis pelo exame a selecionar perguntas de caráter técnico e de conhecimento e não de natureza “ideológica”. 

Além disso, Ribeiro também debateu com deputados da comissão, assuntos sobre a pandemia, por conta do distanciamento social e a suspensão das aulas presenciais. 

O ministro também defendeu a volta às aulas e comunicou que o MEC promove isso de forma responsável, devido à vacinação dos profissionais da educação do Brasil.  

Por fim, após uma segunda rodada de perguntas por parlamentares, a sessão foi encerrada por conta do limite de tempo. Entretanto, Ribeiro prometeu retornar ao debate e responder os questionamentos que ficaram sem resposta. 

E então o que achou da matéria sobre os desafios orçamentários da educação?

Não deixe de ler também – SP: Vacinação para profissionais da educação de 18 a 44 anos é antecipada para sexta-feira (11)

Avalie o Texto.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.