Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

SP: Vacinação para profissionais da educação de 18 a 44 anos é antecipada para sexta-feira 

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira (9) o início da imunização para profissionais da educação básica pública ou privada entre 18 a 44 anos na sexta-feira (11). 

O anúncio foi realizado durante o evento Mega Escola, no Memorial da América Latina na cidade de São Paulo. 

Segundo o governador: “Nós vamos antecipar a vacinação para 363 mil profissionais da educação básica de 18 a 44 anos para esta sexta-feira, 11 de junho”. 

Dória também afirmou que: “Nós teremos 100% dos profissionais da educação básica imunizados em São Paulo, isso garante uma volta às aulas presenciais cada vez mais segura”. 

Vale destacar que a previsão inicial era começar a imunização desse grupo entre 21 e 31 de julho. 

Vacinação para profissionais da educação em SP

A vacinação começa nesta sexta-feira (11) nos postos de saúde de todo o estado. Todos os profissionais da Educação Básica maiores de 18 anos que atuam na rede pública e privada do estado. 

A saber, nesta quarta São Paulo começou a vacinação dos profissionais com 45 anos de idade. Além disso, aqueles com mais de 47 anos já começaram a receber a vacina desde de 9 de abril. 

Como funciona

Para serem vacinados os profissionais da área precisam fazer o cadastro no site VacinaJá

No site, os profissionais devem informar os seus dados pessoais como CPF, nome completo e e-mail. 

Logo em seguida, os profissionais receberão o link no e-mail informado para validação para continuar com o cadastro. 

O próximo passo será a confirmação dos dados pessoais e apontar outros como:

  • Nome da escola 
  • Rede de ensino
  • Cargo ocupado

Assim como deverá anexar o último holerite. Por último, o cadastro será analisado e caso validado, o profissional receberá um e-mail com o comprovante munido com um QRCode para verificar a autenticidade. 

O profissional da educação deverá apresentar este comprovante, além do RG e CPF para conferência na hora da vacinação. 

Por fim, vale destacar que o cadastro não garante o agendamento da vacina. Os profissionais da educação deverá ficar atentos às regras do município em que atua para se informar sobre os postos de vacinação. 

E então o que achou da matéria sobre a vacinação dos profissionais da educação de SP? Compartilhe com quem precisa saber disso!

Não deixe de ler também – Como ser mais otimista no trabalho? Veja algumas dicas

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.