Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Como minimizar os gatilhos de estresse

No dia a dia corrido, conseguir minimizar os gatilhos de estresse é quase que um “sonho” para algumas pessoas. Afinal, com tanto trabalho, cliente chamando e demanda para entregar, muitas pessoas se sentem esgotadas e “mergulhadas” nas crises de estresse.

Porém, existem algumas ações que podem nos ajudar nos dias mais difíceis. Claro que essas ações não “arrancam” o estresse de nossas vidas, pois ele faz parte do ser humano, mas elas podem servir de base para buscarmos mais qualidade de vida.

Pensando nessas atitudes, fizemos este conteúdo com algumas dicas. Acompanhe.

Como minimizar os gatilhos de estresse

Para minimizar os gatilhos de estresse é preciso compreender quais são eles, afastar-se quando possível, buscar formas de se preparar para os contratempos e manter bons hábitos de cuidados com a saúde mental.

Basicamente, essas ações já poderão trazer bons resultados para nós. Entretanto, a seguir detalhamos cada uma delas, para que você compreenda melhor. Confira.

1. Antes de qualquer coisa, entenda quais gatilhos são esses

O primeiro passo é conseguir mapear, ao menos uma parte, dos gatilhos de estresse. Afinal, como você poderá minimizar a sensação de estresse se sequer sabe quais são os gatilhos? Pois é.

Por isso, quando você sentir que o estresse está operando, respire fundo e analise a situação. O que está provocando esse estresse intenso? É algum problema com prazos? Um trabalho difícil? Reflita sem pressa. Ao compreender os gatilhos você terá mais “ferramentas” para manejá-los melhor.

2. Afaste-se dos gatilhos mais intensos

Se alguns gatilhos forem muito intensos, cogite dar uma pausa. Ficar “forçando a barra” quando as emoções estão desequilibradas, pode ser arriscado para o seu bem-estar. Às vezes, afastar-se por cinco minutos ajuda a minimizar os gatilhos de estresse e pode nos dar subsídios para retomar o problema com mais tranquilidade.

3. Busque formas de se preparar para os contratempos estressantes

Se você sabe que alguns gatilhos de estresse são muito desgastantes e, mais do que isso, costumam fazer parte da sua rotina, tente se preparar para eles. Como assim? Vamos supor que você fica muito estressado quando tem que entregar um grande projeto em um tempo curto.

Se você sabe que isso acontece de vez em quando, tente organizar melhor a sua agenda (delegando tarefas, criando uma lista de prioridades melhor, quebrando as tarefas em passos mais simples, etc.). Assim, pode ser que você consiga evitar o excesso de estresse – mesmo que ainda sinta “um pouquinho”.

4. Peça auxílio quando for possível

Se porventura houver a possibilidade de pedir ajuda para lidar com um “problemão”, faça isso. Assim você conseguirá manter o equilíbrio ao longo do seu dia. Afinal, não precisamos resolver todas as coisas sozinho, concorda?

5. Mantenha bons cuidados com a saúde mental

Cuide da sua saúde mental para além dos momentos de estresse. Sendo assim, tenha hábitos saudáveis, não negligencie as suas emoções, pratique atividades que você ama – mesmo fora do trabalho. Afinal, tudo isso ajuda a manter a mente mais saudável. E não se esqueça, ainda, das atividades físicas, que também ajudam a minimizar os gatilhos de estresse.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.