Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (16 votes)

Mercado de investimentos: opções de renda fixa

O mercado de investimentos é volátil e é necessário conhecer alguns pontos para que aumente suas chances de rentabilidade. Saiba mais!

Os investimentos e a volatilidade do mercado 

O investidor deve ter ciência de possíveis quedas na rentabilidade dos seus investimentos, já que a volatilidade é um fator inerente ao mercado dos investimentos.

O mercado de investimentos é afetado por muitas variáveis, como a inflação e a Selic, taxa básica de juros, por exemplo. Além disso, crises financeiras e mudanças no consumo impactam nas finanças de todos, de forma direta ou indireta.

Sendo assim, como a inflação está em alta no nosso país, a renda fixa voltou a ser preferência dos investidores para compor uma carteira de investimentos. Por isso, ainda que o investidor tenha um perfil arrojado, deve ter uma porcentagem dos seus investimentos em renda fixa.

Opções de rendimentos fixos

 As opções de renda fixa são importantes para quem está iniciando no mundo dos investimentos, bem como, para quem já possui o hábito e deseja diversificar suas opções.

Isso porque ao escolher as opções de renda fixa, você direciona valores já sabendo quais serão as porcentagens de rentabilidade ao final do período contratado.

Comece investindo valores baixos 

Além disso, muitas opções de renda fixa permitem que você invista valores baixos, como é o caso do Tesouro Direto, por exemplo, que permite que investidor aplique a partir de R$ 30,00. Dessa forma, você pode entender o comportamento dos investimentos e se sentir seguro para investir valores elevados.

Assim sendo, são chamados de renda fixa os investimentos nos quais a forma de cálculo da remuneração é definido no momento da contratação, ou seja, desde o momento da aplicação. Para os investidores iniciantes essa é a modalidade mais indicada. São títulos de renda fixa: CDB, LCI/LCA, Poupança, Debêntures, Letras de Câmbio (LC), CRI/CRA, dentre outros.

 Faça um planejamento financeiro

Planejar as suas finanças e direcionar seus investimentos é fundamental para alcançar seus objetivos. Por exemplo, você pode verificar a rentabilidade para determinados prazos e direcionar cada investimento para um objetivo pessoal.

Reserva de emergência e projetos futuros amparados 

Além disso, você pode fazer um planejamento em longo prazo para amparar o seu futuro. Bem como, você pode realizar aplicações pertinentes a uma reserva de emergência,dependendo do seu fluxo financeiro. 

Por isso, o planejamento é fundamental para que você possa analisar a viabilidade e a necessidade de trocar a poupança, ou ainda, você pode permanecer na poupança e realizar a diversificação de investimentos para outros objetivos. Sendo assim, é interessante diversificar suas opções por meio de um planejamento.

5/5 - (16 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.