Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.6/5 - (10 votes)

Margem do empréstimo consignado do INSS volta para 35%

No ano passado, o serviço foi ampliado para um limite de 40%, a fim de permitir mais acesso ao crédito durante a pandemia da Covid-19.

O empréstimo consignado do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) retornou a sua margem tradicional de 35%. No ano passado, o serviço foi ampliado para um limite de 40%, a fim de permitir mais acesso ao crédito durante a pandemia da Covid-19.

Veja também: Auxílio emergencial, PIS/Pasep, Auxílio Brasil, e outros: veja os benefícios para 2022

Para fins de esclarecimento, o crédito consignado é aquele que pode ser contratado com alguma garantia. No caso dos aposentados e pensionistas do INSS, é o benefício concedido pela previdência.

Desta forma, a instituição responsável desconta o valor da dívida mensalmente direto da folha de pagamento do segurado. Além disso, por ser consignado, o serviço possui uma das menores taxas de juros do mercado.

Como funciona o empréstimo consignado?

Vale ressaltar que o limite do crédito é definido conforme o valor do salário recebido mensalmente pelo beneficiário. Sendo assim, desde o dia 1º de janeiro os interessados podem comprometer até 35% da renda líquida mensal, sendo 30% destinado ao crédito pessoal e 5% ao cartão de crédito consignado.

No ano passado, devido a ampliação, os segurados podiam parcelar a dívida em até 84 meses (7 anos), mas com a atualização, o número foi reduzido para 72 meses (6 anos).

Também deixou de valer a regra que reduzia o tempo de carência para 30 dias, voltando para o prazo de 90 dias. Por fim, a taxa de juros foi acrescida de 1,80% para 2,14%.

Contudo, cabe salientar que a idade máxima para contratar o empréstimo é 80 anos. Normalmente, quem mais solicita o empréstimo consignado são os funcionários públicos, aposentados e pensionistas do INSS.

Como contratar?

Para contratar o empréstimo consignado, o segurado deve apresentar alguns documentos, sendo eles:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Comprovante de renda recente.

Caso queira, o beneficiário pode bloquear a contratação do empréstimo. Basta acessar o site Meu INSS, clicando na opção “Empréstimo: bloqueio/ desbloqueio” e seguir os comandos dados na plataforma.

4.6/5 - (10 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.