Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Mais uma cidade anuncia Auxílio para órfãos na pandemia da Covid-19

De acordo com informações oficiais, cidade pernambucana anunciou a criação do Auxílio que vai pagar R$ 750 em três parcelas

A cidade de Petrolina, em Pernambuco, anunciou nesta terça-feira (6) a criação de um Auxílio Emergencial Municipal. O foco principal do projeto é pagar uma bolsa para as pessoas que estão em situação de vulnerabilidade e que perderam algum parente nesta pandemia do novo coronavírus.

De acordo com as informações oficiais, o Auxílio em questão vai pagar uma quantia total de R$ 750. Ao todo, a Prefeitura da cidade pretende gastar algo em torno R$ 1,7 milhões com esses repasses. Pelo menos foi isso o que disse o próprio Prefeito da Cidade, Miguel Coelho (MDB).

O Prefeito disse ainda que cerca de 2,3 mil pessoas terão direito ao benefício em questão. Nas contas do governo municipal, isso deve atingir cerca de 6,5 mil famílias que perderam entes queridos nesta pandemia. Esses familiares podem ser pais, filhos, além de outros parentes mais próximos do beneficiário.

“É um grande esforço para uma prefeitura custear esse auxílio emergencial, tanto que somos a primeira a fazer isso. Mas estamos orgulhosos de poder dar algum suporte para esse público que sofreu tanto com a perda de familiares para uma pandemia impiedosa e para outras milhares de pessoas que convivem com a extrema pobreza”, disse o Prefeito. 

Vale lembrar que Miguel Coelho é filho do Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), um dos principais aliados do Presidente Jair Bolsonaro. Curiosamente, o chefe do executivo criticou os governadores e prefeitos que estavam pagando auxílios. Ele argumentou que isso poderia transformar portanto pessoas em dependentes do estado.

Auxílio para órfãos

De acordo com as informações da Prefeitura de Petrolina, esse valor de R$ 750 vai passar por uma divisão em três vezes de R$ 250 por mês. Além das pessoas que perderam familiares para a Covid-19, eles também deverão fazer pagamentos para usuários que estão na fila de espera do Bolsa Família. Pelo menos este é o plano até aqui. 

Segundo informações oficiais, é preciso fazer uma espécie de cadastro em um edital da Prefeitura para conseguir entrar no programa em questão. Para isso, aliás, basta ir até o site oficial do governo municipal e seguir o passo a passo. 

Para mais informações, o cidadão pode ligar para a Secretaria de Desenvolvimento Social de Petrolina. O número é o (87) 3866-1679. Por esse canal, é possível tirar dúvidas sobre inscrição, pagamentos e cronograma do programa. 

Outros estados

Não é só Petrolina que teve a ideia de pagar um Auxílio para quem perdeu parente para a pandemia. O estado de São Paulo também anunciou um programa muito semelhante recentemente. Os pagamentos, aliás, deverão começar agora em julho.

Além disso, o estado do Maranhão também acabou de aprovar um projeto parecido. Neste caso, no entanto, o foco é apenas nos órfãos. São crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

O próprio Governo Federal também está pensando em criar o seu. De acordo com membros do Ministério da Cidadania a ideia é inserir uma espécie de bônus desse benefício dentro do novo Bolsa Família ainda no final deste ano.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.