Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Literatura: 5 autores brasileiros indispensáveis para os vestibulandos

Os vestibulares tradicionais e o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) sempre apresentam questões sobre a literatura brasileira em suas provas. A disciplina sempre está presente nesses exames, seja por meio da cobrança direta de leitura de uma lista de obras obrigatórias, por exemplo, ou por meio de questões que apresentam trechos de diversas obras literárias brasileiras. 

Por isso, além de ler as obras obrigatórias (no caso dos vestibulares tradicionais), é crucial ter conhecimento sobre os principais movimentos literários do Brasil e conhecer os principais autores e livros brasileiros. Pensando nisso, apresentamos abaixo uma lista com cinco escritores de grande importância para a historiografia da literatura brasileira. 

Machado de Assis (1839-1908) 

O escritor Machado de Assis é considerado por muitos críticos e leitores um dos maiores escritores brasileiros. As suas obras até hoje são cobradas em diversas provas de vestibular, como o da Fuvest, por exemplo.

Entre suas obras de maior destaque figuram Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro. Além da linguagem particular usada por Assis, as suas obras traziam elementos do realismo e do romantismo, dois movimentos importantes da literatura.

José de Alencar (1829-1877)

José de Alencar, por sua vez, é o primeiro grande autor romancista brasileiro, sendo um dos seus principais romances a obra Senhora, publicado pela primeira vez no ano de 1875.

O autor é também muito conhecido por sua obra indianista, na qual apresenta uma visão sobre os indígenas brasileiros, com  o índio como o herói. Dessa fase indianista, os seus romances de destaque são O Guarani (1857), Iracema (1865) e Ubirajara (1874).

Graciliano Ramos (1892-1953)

Já em um período modernista, Graciliano Ramos é um dos autores mais importantes da fase regionalista. Por meio de suas obras, que apresentam linguagem direta e “seca”, Graciliano apresenta aos leitores a realidade nordestina, principalmente do sertão do nordeste. 

É assim, sem muitos adjetivos, que o autor cria personagens icônicos como Fabiano, Sinhá Vitória, seus filhos e a cachorra Baleia do livro Vidas Secas, obra da 2ª geração de autores modernistas. Entre as obras de destaque de Graciliano figuram ainda Angústia (1936), Memórias do Cárcere (1953) e Insônia (1947).

Clarice Lispector (1920-1977)

Uma das poucas mulheres da literatura brasileira que obtiveram o devido reconhecimento e cujas obras sempre são cobradas nos vestibulares é Clarice Lispector. A escritora é famosa por sua linguagem profunda e abstrata. Os romances, contos e crônicas apresentam questões existenciais e questões que tangem ao humano, como o amor, o ódio, o nojo, e o desejo etc. 

As metáforas, por exemplo, são muito presentes na obra de Lispector, que faz parte da “geração de 45”, apelido dado à 3ª geração do Modernismo. Entre suas principais obras, podemos destacar Perto do Coração Selvagem (1943), A paixão segundo G.H. (1964), Felicidade Clandestina (1971) e A Hora da Estrela (1977).

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Por fim, destacamos o escritor Carlos Drummond de Andrade, um dos principais poetas brasileiros do século XX. A poesia lírica de Drummond é repleta de temas do cotidiano. Desse modo, traz reflexões sobre diversos acontecimentos da vida.

Além disso, o autor aborda também temas sociais como a guerra, a desigualdade e muito mais. Entre as suas principais obras figuram A Rosa do Povo (1945) e Claro Enigma (1951).

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Citação direta e indireta: como citar de acordo com as regras da ABNT.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.