Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

LIBERADO parcelamento em até 12 vezes das contas de luz; veja quem pode

Medidas estão sendo implementadas, inclusive, com uso de tecnologias para cooperar com uma forma mais prática de quitar a dívida.

Diante o surgimento de muitos casos de inadimplências, empresas distribuidoras de energia vêm facilitando os pagamentos da conta de luz. Medidas estão sendo implementadas, inclusive, com uso de tecnologias para cooperar com uma forma mais prática de quitar a dívida.

Os novos meios de pagamentos surgiram devido ao aumento excessivo nas taxas das distribuidoras de energia em todo país. Foi aplicado na conta de energia, o reajuste bandeira vermelha nível 2, o que a deixa mais cara. As correções se devem não só as políticas públicas, mas também decorrente à crise hídrica deste ano.

Várias dessas empresas alegam que em 2020 perderam R$ 5 bilhões em razão da pandemia decorrente da Covid-19. Agora, elas estão negociando com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para reconhecimento do prejuízo.

Caso os argumentos sejam válidos, a ampliação do valor na conta de luz deve chegar em breve e se somar a outros reajustes. Todavia, os consumidores se encontram também desprovidos de recursos para conseguir quitar contas tão altas, devido à crise.

Pensando nisso, muitas empresas já aderiram tecnologias para facilitar o pagamento das contas. Atualmente, as empresas estão disponibilizando ao consumidor o parcelamento da conta em até 12 vezes, negociadas para serem pagas por meio do WhatsApp.

A distribuidora Light, por exemplo, possibilita negociações de dívidas superiores a R$ 2 mil. A CPFL Energia, distribuidora em São Paulo e no Rio Grande do Sul, vê as inadimplências como “acentuadas”. Em razão disso, vem aplicando uma série de iniciativas como parcelamento em até 12 vezes.

A Neoenergia, do Distrito Federal e em mais 18 estados, oferece opções de descontos na fatura de energia. Além de estar com parceria entre a Enel e o PicPay.

Ofertas de 40% de cashback estão sendo lançadas nas plataformas em pagamentos de contas de energia. No entanto, para participar das promoções, é necessário utilizar o cartão de crédito vinculado. Os clientes podem aproveitar a oferta até o dia 18 de agosto.

Vale ressaltar, que a medida é válida para os seguintes estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Goiás. O valor de retorno é negociado com a Enel, além disso, a quantidade de parcelas também influencia na porcentagem final.

Funcionamento do cashback na conta de energia

Para receber os 40% de volta, o usuário deve efetuar um pagamento à vista. Porém, o valor de apenas uma parcela do crédito é limitado a R$ 15. Devido a isso, é aconselhável analisar outras opções e escolher a que mais lhe apraz.

Veja também: INSS: Revisões anuais do benefício viram alvo de golpistas

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.