IR 2023: Receita abre consulta a lote de restituição nesta quinta, 23

Receita Federal anunciou que vai abrir nesta quinta-feira (23) uma nova rodada de consultas ao lote residual da restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal confirmou que vai abrir nesta quinta-feira (23) mais uma rodada de consultas ao novo lote da restituição do Imposto de Renda deste ano de 2023. Desta vez, a ideia é atender as pessoas que caíram na malha fina em 2023, ou em anos anteriores, e que conseguiram regularizar as suas pendências com o fisco.

Assim como nos meses anteriores, o processo de consulta seguirá o mesmo. A partir das 10h, o contribuinte poderá entrar no site oficial da Receita Federal para realizar a consulta. Basta inserir os dados mais básicos, como CPF, data de nascimento, e o ano da competência da declaração.

“A página apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC. Se identificar alguma pendência na declaração, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo as informações que porventura estejam equivocadas”, diz a Receita Federal. 

Abaixo, você pode conferir o passo a passo da consulta:

  • Passo 1 –  Acesse a página da Receita na internet;
  • Passo 2 – Clique em “Meu Imposto de Renda”;
  • Passo 3 – Clique em “Consultar a Restituição”
  • Passo 4 – Insira dados como CPF, data de nascimento e o ano de
  • Passo 5 – Confira se você está entre os selecionados ao recebimento da restituição neste mês de novembro.
IR 2023: Receita abre consulta a lote de restituição nesta quinta, 23
Consulta poderá ser feita no site oficial da Receita Federal. Imagem: Reprodução

Os pagamentos da restituição

É importante frisar que nesta quinta-feira (23), a Receita vai apenas abrir o processo de consulta a cada um dos contribuintes. Assim, o cidadão vai apenas ter a possibilidade de confirmar se o seu nome está entre os selecionados para o recebimento do novo lote da restituição.

Os pagamentos, de fato, só devem ser feitos no próximo dia 30 de novembro. Os repasses são feitos automaticamente na mesma conta que foi informada pelo contribuinte no momento da declaração do Imposto de Renda deste ano de 2023.

Se a conta ou a chave Pix informada não estiver mais em funcionamento, não há problema. Neste caso, o dinheiro é enviado para o Banco do Brasil, de modo que o contribuinte precisa entrar em contato com esta instituição para reaver a quantia.

É possível reagendar o crédito através destes canais oficiais:

  • Portal BB na internet;
  • Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Quem vai poder receber a restituição

Na manhã desta quarta-feira (22), a Receita Federal também detalhou os números dos grupos que poderão receber o saldo na próxima semana:

  • 5.774 contribuintes idosos acima de 80 anos;
  • 58.060 contribuintes entre 60 e 79 anos;
  • 6.654 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave;
  • 14.863 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério;
  • 129.019 contribuintes que usaram a Declaração Pré-preenchida ou optado por receber a restituição via Pix;
  •  144.367 contribuintes não prioritários.

Malha Fina

A restituição do Imposto de Renda já foi paga para milhões de brasileiros nos últimos meses. Entretanto, algumas pessoas que realizaram a declaração este ano não conseguiram receber o saldo. A Receita explicou que as pessoas que caíram na chamada malha fina não puderam receber os saldos nestas datas regulares.

O contribuinte que caiu na malha fina deve acessar a plataforma para acompanhar se a sua declaração foi processada ou retida em malha. Para saber sobre o status do documento, basta seguir os passos abaixo:

  • Acesse o e-CAC;
  • Selecione a opção “Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF)”;
  • Depois clique na aba “Processamento”;
  • Escolha o item “Pendências de Malha”;
  • Lá você pode ver se sua declaração está em malha e também verificar qual é o motivo pelo qual ela foi retida.

Em caso de dúvidas, a dica é entrar em contato com um representante da Receita Federal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.