Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

INSS: mais de 7 milhões de pessoas ainda não fizeram a prova de vida

De acordo com informações do próprio INSS, quem não fizer a prova de vida até o final do prazo pode perder o benefício previdenciário

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) fez um alerta nesta semana. De acordo com a autarquia, mais de 7 milhões de segurados ainda não realizaram a prova de vida nas agências. Isso significa dizer que essas pessoas poderão perder o benefício e precisam correr para realizar esse procedimento o quanto antes.

Durante boa parte do ano passado e agora em 2021 também, o INSS retirou a obrigatoriedade da realização da prova de vida. Tudo por causa da pandemia do novo coronavírus. Entendia-se que os idosos, que fazem parte do grupo de risco para a Covid-19, poderiam optar por ficar em casa naquele momento.

Só que apesar da retirada da obrigação, os indivíduos poderiam continuar fazendo o procedimento. Nesse sentido, ainda de acordo com o INSS, algo em torno de 28 milhões de brasileiros foram fazer essa análise. Para essas pessoas, não há mais a necessidade de voltar para as agências neste momento.

O problema está mesmo nesses mais de 7 milhões que ainda não foram realizar a fé de vida desde o ano passado. Vale lembrar que o próprio INSS criou uma espécie de calendário escalonado para dar um novo prazo. Só que tem muita gente que não está indo realizar o procedimento mesmo assim.

Quem fez a prova de vida pela última vez entre setembro e outubro de 2020, por exemplo, tem até o dia 30 deste mês para fazer o procedimento. Caso contrário, poderá passar por um bloqueio, suspensão e um cancelamento da conta. Obviamente a pessoa deixa de receber o benefício previdenciário. E recuperar depois não é tarefa tão simples.

Veto do Presidente

Muita gente acaba confundindo um pouco essas regras. É que recentemente o Congresso Nacional aprovou a suspensão da obrigatoriedade da prova. Com isso, em tese, as pessoas poderiam ficar até o fim deste ano sem realizar o procedimento.

No entanto, o Presidente Jair Bolsonaro vetou essa parte do texto. Dessa forma, os cidadãos precisam voltar a ter que respeitar esse novo calendário do INSS. Pelo menos é o que o Instituto está dizendo.

Vale lembrar que não é preciso esperar até o mês de vencimento para realizar esse procedimento. Quem não fez a prova no ano passado e quer fazer agora, pode ir para o banco em que recebe o benefício a qualquer momento.

Prova de vida

A prova de vida é um procedimento que acontece para que o beneficiário prove que está vivo. O nome é sugestivo e o assunto parece simples. No entanto, muita gente acaba se confundindo com a situação. Isso porque as informações mudam muito a todo momento.

Como a grande maioria dos usuários são pessoas idosas, boa parte deles acaba não tendo acesso aos dispositivos de internet. Portanto é importante ajudar esses brasileiros passando para eles a informação correta.

De acordo com o INSS, ninguém passou ainda por um cancelamento da conta por falta de prova de vida entre o ano passado e agora. De qualquer forma, vários tiveram que passar por bloqueios e suspensões. Por isso é importante evitar essa situação.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
1 comentário
  1. Elisama dos Santos Monteiro Silva Diz

    Meu tio está acamado e tem 92 anos. Solicitei pelo site meu INSS, em seu nome a perícia domiciliar e enviei um atestado de que ele é atendido pelo acamados do SUS. Até agora continua em análise, mas ele teria até o final de setembro para fazer a prova de vida. Como devo proceder? Ele não tem filhos e eu não tenho a procuração legal dele.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.