Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

INSS envia NOVA carta de revisão aos segurados; SAIBA como não perder pensão

Nesta semana, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) passou a notificar por carta 1,7 milhão de segurados que tiveram seus benefícios revisados e que precisam fazer uma atualização de documentos.

O beneficiário que não responder em 60 dias após receber a carta terá o pagamento suspenso. Se após o fim do prazo o beneficiário passar 30 dias sem dar uma resposta ao instituto, o benefício deixa de ser pago em definitivo.

O que é revisão?

Em setembro, o INSS  passou a emitir cartas de convocação, chamadas de “comunicado de exigência”, aos beneficiários com algum tipo de dado cadastral inconsistente. De acordo com o INSS, a revisão está relacionada a pendências cadastrais.

Ainda, segundo o INSS, todas as espécies de benefícios estão passando por essa revisão.

O que fazer se receber essa carta?

O INSS informa na carta que os segurados devem enviar cópia digitalizada de alguns documentos do titular do benefício, do procurador ou representante legal , pelo site ou aplicativo Meu INSS.  Confira quais são dos documentos:

  • CPF
  • RG
  • Certidão de nascimento ou casamento
  • Título de eleitor
  • Carteira de trabalho

No caso de pensão por morte, os documentos do segurado que faleceu e dos dependentes. também devem ser  apresentados. O modelo da carta pode ser consultado no site do INSS.

Confira o passo a passo de como anexar os documentos no Meu INSS

  • Acesse o site Meu INSS ou aplicativo. Se for o primeiro acesso, será preciso cadastrar uma senha.
  • Na página inicial, procure por “atualização de dados cadastrais do benefício”.
  • O INSS informará que você deve atualizar seus dados de contato. Clique em “atualizar” e confira as informações. Ao terminar, clique em “Avançar”.
  • Em seguida, será possível anexar os documentos.
4 Comentários
  1. Dulce faray devmiranda Diz

    Aposentei 1985 saiu só um salário mas em 1976 sair de pessoa física p jurídica e paguei como autônomo mais e também trab nas horas vagas como publicitário do Globo e do jornal o dia aposentei por tempo de zervico
    Quero saber meus direito de recalculo

  2. Miguel Avelino dos Santos Diz

    Gostaria de saber se meu esposo trabalhou ,36 anos em uma só empresa ganhava muito bem hoje não percebe nem três salarios a situação deixou que pegasse uma grande depressão acarretou mal de parkinson já não anda mais usa fraldas pois sou idosa percebo apenas um salário e com empréstimos ganho muito pouco gostaria de saber está com advogados não posso pagar ninguém pra cuidar dele e não estou podendo ajudar mais ele aposentou 1991 aí trabalhou até

    Miguel Avelino dos sSa1994 recebeu pecúlio não

  3. Carlos Geraldo Pereira de Brito Diz

    Eu já cadastrei o PIX

  4. Geraldo P. Filho Diz

    Gostei muito deste informativo. Deve ser mais divulgado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.