Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Inep renova acordo com instituições portuguesas de ensino superior para uso das notas do Enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) renovou os acordos de cooperação com cinco instituições portuguesas de ensino superior para uso das notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para ingresso em seus cursos superiores. 

A autarquia renovou os acordos com as seguintes instituições portuguesas: Instituto Politécnico de Beja, Instituto Politécnico de Leiria, Instituto Politécnico de Santarém, Instituto Politécnico de Castelo Branco e Universidade da Beira Interior.

Os acordos fazem parte de programa criado em 2014, por meio do Decreto-Lei nº 36 de 10 de março, para facilitar o processo de ingresso de brasileiros interessados em fazer um curso superior em universidades lusitanas. Em 2014, a Universidade de Coimbra foi a primeira a assinar o convênio interinstitucional com o Inep.

De acordo com o Inep, ao todo, 51 instituições lusitanas aderem ao programa para o aproveitamento das notas do Enem na seleção de alunos brasileiros. Conforme estabelece o convênio interinstitucional, os pesos e notas mínimas aceitas em cada uma das provas do exame são determinadas por cada instituição participante. Ainda de acordo com o órgão, as instituições portuguesas têm regras específicas e processos próprios para o ingresso via Enem.

Além de Portugal, diversos outros países também permitem que estudantes brasileiros usem as notas do Enem para concorrer a vagas em algumas de suas universidades. Entre os países figuram Estados Unidos (EUA), Canadá, Reino Unido, Irlanda e França.

No Brasil, as notas do Enem possibilitam ingresso em instituições de ensino superiores por meio de programas promovidos pelo governo federal: SiSU; ProUni; e Fies. Além disso, as instituições particulares usam o desempenho do exame em seleções próprias.

Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Fatecs liberam o resultado dos pedidos de isenção e redução da taxa de inscrição do Vestibular 2022/2.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.